Sobre a Revista

Foco e Escopo

A Revista Internacional de Pesquisa em Didática das Ciências e Matemática (RevIn) tem como foco a divulgação de pesquisas e estudos que tratem de temáticas relacionadas com ensino e didática das ciências, educação em astronomia, educação e didática em matemática e educação ambiental.

 A Revista publica artigos inéditos em português, espanhol e inglês.

A Revista Internacional de Pesquisa em Didática das Ciências e Matemática (RevIn) publica preferencialmente trabalhos com as seguintes temáticas:

Formação de professores

Currículo e políticas públicas do ensino

Alfabetização científica e tecnológica, abordagens CTS/CTSA

Tecnologias educacionais e materiais didáticos

Educação não-formal e divulgação científica

História e filosofia da ciência

Educação ambiental

Educação matemática

Educação em astronomia

 

 

Políticas de Seção

Artigos

Política padrão de seção

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 
 

Processo de Avaliação pelos Pares

Os artigos submeidos são avaliados, inicialmente pelo Conselho Editorial quanto ao foco, escopo, plágio e normas editoriais. Em seguida, os trabalhos seguem sem identificação de autoria (sistema blind-review) para avaliação de dois ou três avaliadores externos, especialistas na área, que poderão: aceitar o artigo como está, aceitar com modificações, recomendar que o artigo seja reformulado ou recusar.

A Revista Internacional de Pesquisa em Didática das Ciências e Matemática (RevIn) aceita a submissão de artigos de estudantes de mestrado e doutorado, sempre que o manuscrito vier assinado por um/a professor/a doutor/a.

 

 

Periodicidade

A Revista Internacional de Pesquisa em Didática das Ciências e Matemática (RevIn) adota a publicação em fluxo contínuo 

Com a aplicação do fluxo contínuo, a edição do ano corrente permanecerá aberta (In progress) e, à medida que os artigos forem aprovados e aceitos pelos parecerista, serão inseridos na edição. Não há fascículos, nem periodicidade, publicaremos os artigos aprovados em uma edição anual. 

 

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

A Revista Internacional de Pesquisa em Didática das Ciências e Matemática (RevIn) não cobra taxas e não há cobrança de custos de processamento de artigos e envio de artigos (taxas de processamento de artigos (APCs) / cobranças de envio de artigos). 

 

 

Boas práticas na publicação científica / Código de Ética - Good practice in scientific publication/Code of Ethics - COPE Core practices

Os editores e membros dos conselhos editorial e consultivo desta Revista endossam o Código de Boas Práticas Científicas publicado pela FAPESP, em 2014.

 

Política anti-plágio

Todos os artigos submetidos a este periódico passam por procedimentos de investigação de plágio, antes de serem encaminhados para avaliação dos pareceristas.

A revista utiliza o programa CopySpider.

A Revista Internacional de Pesquisa em Didática das Ciências e Matemática (RevIn) repudia qualquer forma de plágio, sendo responsabilidade do autor garantir a originalidade de seu trabalho. Quando detectado possível plágio o artigo é arquivado.

 

ÉTICA EM PESQUISA COM SERES HUMANOS

O artigo respeita a ÉTICA EM PESQUISA COM SERES HUMANOS, confome a resolução CNS 07/2016 http://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2016/Reso510.pdf

De acordo com a Resolução nº 466/12 e a Resolução n. 510/16, “toda pesquisa envolvendo seres humanos deve ser submetida à apreciação de um Comitê de Ética em Pesquisa (CEP)”, de forma que, caso receba sua aprovação, possa ser iniciada em seguida a coleta de dados, conforme prevê a resolução. 

A aprovação em comitê específico (Comitê de Ética em Pesquisa - CEP) sobre a qual o artigo se refere é de inteira responsabilidade dos autores.

É obrigatório indicar na metodologia as informações sobre a aprovação no CEP. 

 

RESOLUÇÃO Nº 510, 07 de abril de 2016 do Conselho Nacional de Saúde

Art. 1 o Esta Resolução dispõe sobre as normas aplicáveis a pesquisas em Ciências Humanas e Sociais cujos procedimentos metodológicos envolvam a utilização de dados diretamente obtidos com os participantes ou de informações identificáveis ou que possam acarretar riscos maiores do que os existentes na vida cotidiana, na forma definida nesta Resolução. Parágrafo único.

Não serão registradas nem avaliadas pelo sistema CEP/CONEP:

I – pesquisa de opinião pública com participantes não identificados;

II – pesquisa que utilize informações de acesso público, nos termos da Lei no 12.527, de 18 de novembro de 2011;

 III – pesquisa que utilize informações de domínio público;

 IV - pesquisa censitária;

V - pesquisa com bancos de dados, cujas informações são agregadas, sem possibilidade de identificação individual;

VI - pesquisa realizada exclusivamente com textos científicos para revisão da literatura científica;

VII - pesquisa que objetiva o aprofundamento teórico de situações que emergem espontânea e contingencialmente na prática profissional, desde que não revelem dados que possam identificar o sujeito;

VIII – atividade realizada com o intuito exclusivamente de educação, ensino ou treinamento sem finalidade de pesquisa científica, de alunos de graduação, de curso técnico, ou de profissionais em especialização.

  • 1 Não se enquadram no inciso antecedente os Trabalhos de Conclusão de Curso, monografias e similares, devendo-se, nestes casos, apresentar o protocolo de pesquisa ao sistema CEP/CONEP;
  • 2 Caso, durante o planejamento ou a execução da atividade de educação, ensino ou treinamento surja a intenção de incorporação dos resultados dessas atividades em um projeto de pesquisa, dever-se-á, de forma obrigatória, apresentar o protocolo de pesquisa ao sistema CEP/CONEP.