A posse de arma de fogo no Brasil:

um estudo do enquadramento midiático do jornal "O Globo"

Autores

Palavras-chave:

Posse de armas. O Globo. Enquadramento. Bolsonaro.

Resumo

Este trabalho tem por objetivo apurar o enquadramento noticioso com que o tema “posse de armas de fogo” foi apresentado aos leitores do jornal O Globo. A escolha pelo periódico deve-se ao fato de a publicação estar sediada em um dos estados mais violentos do país. O recorte compreende de 1º de dezembro de 2018 a 28 de fevereiro de 2019. Este trabalho adotou análise morfológica de gêneros e Análise de Conteúdo. O resultado indica que o jornal enquadrou a posse de armas como um possível aumento da violência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruna Conradi Carnielli, PUC-Campinas

Graduanda pela Faculdade de Jornalismo da PUC-Campinas, onde foi bolsista de iniciação científica.

Carlos A. Zanotti, PUC-Campinas

Doutor, professor e pesquisador da Faculdade de Jornalismo e do PPG em Linguagens, Mídia e Arte, da PUC-Campinas. 

Referências

ANTUNES, Elton. Enquadramento: considerações em torno de perspectivas temporais para a notícia. Revista Galáxia, São Paulo, n.18, dez. 2009, p. 85-99.

BANONE, Luana Meneguelli. Construção de método para pesquisas de Frame Analysis. Estudos em jornalismo e mídia, v. 13, n. 2, jul. /dez. 2016, p. 78-87. Disponível em: < https://periodicos.ufsc.br/index.php/jornalismo/article/view/1984-6924.2016v13n2p78>. Acesso em: 16 jul. 2020.

BIRDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2011, p.47.

CAMPOS, Luiz Augusto. A identificação de enquadramentos através da análise de correspondências: um modelo analítico aplicado à controvérsia das ações afirmativas raciais na imprensa. Opinião Pública. Campinas, vol. 20, nº 3, dez. 2014, p. 377-406. Disponível em: <https://www.scielo.br/pdf/op/v20n3/0104-6276-op-20-03-00377.pdf>.

ENTMAN, Robert M. Framing: Toward clarification of a fractured paradigm, in: LEVY, M.; GUREVITCH, M. Gurevitch (eds.). Defining media studies. New York: Oxford University Press, 1994, p. 293-300.

ENTMAN, Robert M. Framing: Toward clarification of a fractured paradigm, Journal of Communication, 43, n.4, Autumn, 1993.

ELIAS, Norbert. Introdução à sociologia. Tradução de: Maria Luísa Ribeiro Ferreira. Lisboa: Edições 70, 1980.

FAUSTO NETO, Antônio. Fragmentos de uma “analítica” da midiatização. Matrizes, n. 2, abr. 2008, p. 90.

GITLIN, Todd. The whole world is watching: mass media and the making and unmaking of the newleft. Berkeley: University of California, 1980.

GOFFMAN, Erving. Os quadros da experiência social: uma perspectiva de análise. Petrópolis (RJ): Vozes, 2012.

LUHMANN, Niklás. A realidade dos meios de comunicação. Tradução de: Ciro Marcondes Filho. São Paulo: Paulus, 2005.

MELO, José Marques de. Panorama diacrônico dos gêneros jornalísticos. CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, 33, Caxias do Sul, 2010. Anais eletrônicos... São Paulo: Intercom, 2010.

_______. Jornalismo: compreensão e reinvenção. São Paulo: Saraiva, 2009.

_____. Jornalismo opinativo: gêneros opinativos no jornalismo brasileiro. 3. ed. Campos do Jordão: Mantiqueira, 2003.

_______. O desafio do estudo dos gêneros. Pauta Geral, Salvador, n.5, p.11-20, 2003b. Entrevista concedida a Tatiana Teixeira.

_____. A opinião no jornalismo brasileiro. Petrópolis (RJ): Vozes, 1994.

PARK, Jowon. Contrasts in the coverage of Korea and Japan by US television networks: a frame analysis. International journal for communication Studies, Londres, Thousand Oaks, Nova Deli, v. 65, 2003, p. 144-164.

PORTO, Mauro. Enquadramentos da mídia e política. In: RUBIM, A.A. (Org.). Comunicação e Política: conceitos e abordagens. Salvador: EdUFBA, 2004. p. 73-Bird104.

SCHEUFELE, D.A Framing as a theory of media effects. Journal of Communication, New York, v. 49, n. 1, p. 103-122, mar. 1999.

SILVA, Marconi Oliveira da. A notícia como narrativa e discurso. Estudos em Jornalismo e Mídia, Florianópolis, v. 1, n. 4, p. 49-64, 2007.

SILVERSTONE, Roger. Por que estudar a mídia? São Paulo: Edições Loyola, 2002.

TUCHMANN, Gaye. As notícias como uma realidade construída. In: PISSARRA, E. J. (org.). Comunicação e Sociedade – os efeitos sociais dos meios de comunicação de massa. Lisboa: Livros Horizonte, 2002, p. 93-106.

THOMPSON, John B. A mídia e a modernidade – uma teoria social da mídia. Petrópolis: Vozes, 2001.

ZANOTTI, Carlos A. Jornal: continente e conteúdo. Correio Popular. Campinas, 21 jul. 2016, p. A2.

Downloads

Publicado

2021-10-15

Como Citar

Carnielli, B. C., & Zanotti, C. A. (2021). A posse de arma de fogo no Brasil: : um estudo do enquadramento midiático do jornal &quot;O Globo&quot;. Revista Brasileira De Iniciação Científica, 8, e021034. Recuperado de https://periodicoscientificos.itp.ifsp.edu.br/index.php/rbic/article/view/161