Descrição do desenvolvimento de um método de estudo intitulado “método da montanha” para o ensino e aprendizagem de imunologia no ensino superior

Autores

  • Kallef Oliveira Barros
  • Daniel Manzoni de Almeida Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas - FMU
  • Kenia de Oliveira Bueno Universidade Federal da Bahia, campus Anísio Teixeira

Palavras-chave:

Aprendizagem. Memória. Atenção. Técnicas de estudo. Métodos de estudo

Resumo

Este estudo visa descrever o processo de desenvolvimento do “Método da Montanha”, promover a sua exemplificação e oferecê-lo aos estudantes como uma nova estratégia para aquisição de conhecimento. Assim, foi realizada a aplicação do método, a partir de um capítulo de livro da área das Ciências Biológicas e da Saúde, que é uma das referências para o estudo da Imunologia. Além disso, foi necessário agregar os avanços da Neurociência, sobretudo quanto à relação fisiológica entre estruturas encefálicas e a sua contribuição para o entendimento da construção do desenvolvimento cognitivo humano, se valendo também da contribuição da Psicologia Cognitiva e Educacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kallef Oliveira Barros

Graduando em Medicina. Universidade Federal da Bahia, campus Anísio Teixeira. 

Daniel Manzoni de Almeida, Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas - FMU

Professor e pesquisador em cultura e educação científica; e Escritor e crítico de literatura. Graduado em Ciências Biológicas, Filosofia e Letras. Mestre e Doutor em Ciências Biológicas. Pós doutorado em Ensino de Biologia/Ciências. Atualmente é Docente nos cursos de graduação (início 2016), Coordenador de linha de pesquisa em ensino de ciências (início 2018), Líder em pesquisa e inovação em ensino, Líder do Programa de Iniciação científica, Líder do Programa de Monitoria para graduação (início 2019); Editor-Chefe da Revista Atas de Ciências da Saúde (ACIS) (início 2018); Coordenador do Núcleo de Gênero e Sexualidade (NUGE) da Escola da Saúde do Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas.

Kenia de Oliveira Bueno, Universidade Federal da Bahia, campus Anísio Teixeira

Doutora em Neurociências e professora na UFBA/CAT. Universidade Federal da Bahia, campus Anísio Teixeira.

 

Referências

IZQUIERDO, I. (2011). Memória (2. ed.). Porto Alegre, RS: Artmed.

MURRE JMJ, DROS J (2015) Replication and Analysis of Ebbinghaus’ Forgetting Curve. PLoS ONE 10(7): e0120644. doi:10.1371/journal.pone.0120644

STEVENS C, BAVELIER D. The role of selective attention on academic foundations: a cognitive neuroscience perspective. Dev Cogn Neurosci. 2011;2 Suppl 1(Suppl 1):S30-48

BANDURA, A. Self-efficacy: The exercise of control. New York: W. H. Freeman,1997.

AGRA, GLENDA et al. Análise do conceito de Aprendizagem Significativa à luz da Teoria de Ausubel. Rev. Bras. Enferm. [online]. 2019, vol.72, n.1 [citado 2019-09-08], pp.248-255. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672019000100248&lng=pt&nrm=iso>. ISSN 0034-7167. http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2017-0691.

RONCA, ANTONIO CARLOS CARUSO. Teorias de ensino: a contribuição de David Ausubel. Temas psicol. [online]. 1994, vol.2, n.3 [citado 2019-09-08], pp. 91-95 . Disponível em: <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-389X1994000300009&lng=pt&nrm=iso>. ISSN 1413-389X.

KARPICKE, J. D. A powerful way to improve learning and memory. 2016. Disponível em: <https://www.apa.org/science/about/psa/2016/06/learning-memory>. Acessado em: 04/02/2019

ABBAS, A. K.; LITCHMAN, A. H.; PILLAI, S. Imunologia celular e molecular. Rio de Janeiro:Elsevier,8ª ed.,2015.

MANZONI-DE-ALMEIDA, D; Trivelatto S . Elaboração De Uma Atividade De Ensino Por Investigação Sobre O Desenvolvimento De Linfócitos B. In: X Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências - X ENPEC, 2016, Águas de Lindóia. X Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências - X ENPEC, 2016.

DE BRUIN, A.B.H. Adv in Health Sci Educ (2016) 21: 983. https://doi.org/10.1007/s10459-016-9733-2

PEARSON, P. D., and Cervetti, G. N. The psychology and pedagogy of reading processes. In W. Reynolds, & G. Miller, (Eds.), Educational Psychology, V.VII, of Handbook of Psychology (2nd Ed) (pp. 507-554). New York: John Wiley & Sons. (2013).

GURECKIS TM, Markant DB. Self-Directed Learning: A Cognitive and Computational Perspective. Perspectives on Psychological Science. 2012;7(5):464–481.

KANG MJ, Hsu M, Krajbich IM, Loewenstein G, McClure SM, Wang JTY, Camerer CF. The wick in the candle of learning epistemic curiosity activates reward circuitry and enhances memory. Psychological Science. 2009;20(8):963–973.

VERSCHURE PF, Pennartz CM, Pezzulo G. The why, what, where, when and how of goal-directed choice: neuronal and computational principles. Philos Trans R Soc Lond B Biol Sci. Nov 5;369. 2014.

BUHLE JT, et al. Cognitive reappraisal of emotion: a meta-analysis of human neuroimagingstudies. Cereb Cortex. 2014;24(11):2981–90.

MANZONI-DE-ALMEIDA, D. O desenvolvimento da escrita argumentativa nas aulas de imunologia do ensino superior por metodologias ativas. Rev. Comp. Docência. São Paulo, Vol. 1, N. 2, p. 3-19, Jul./Dez. 2016.

SQUIRE LR, Zola-Morgan S. The medial temporal lobe memory system. Science. 1991;253:1380–1386.

NAKASHIBA T, Buhl DL, McHugh TJ, Tonegawa S. Hippocampal CA3 output is crucial for ripple-associated reactivation and consolidation of memory. Neuron. 2009;62:781–787.

SHANTANU P. Jadhav, Caleb Kemere, P. Walter German, and Loren M. Frank. Awake Hippocampal Sharp-Wave Ripples Support Spatial Memory. Science. 2012 Jun 15; 336(6087): 1454–1458.

SCHAPIRO AC, McDevitt EA, Rogers TT, Mednick SC, Norman KA. Human hippocampal replay during rest prioritizes weakly learned information and predicts memory performance. Nat Commun. 2018 Sep 25;9(1):3920.

OAKLEY B., and Sejnowski T. Learning how to learn. How to succeed in school without spending all your time studying; A guide for kids and teens. Agosto, 2018.

PAUK, W., and owens, r. j. q. how to study in college. cengage learning; 11 edition (january 9, 2013)

KARPICKE, J. D. (2018). Concept mapping. In B. Frey (Ed.), The SAGE Encyclopedia of Educational Research, Measurement, and Evaluation (pp. 351-354). Thousand Oaks, CA: SAGE Publishing, Inc.

ARIEL, R., & KARPICKE, J. D. (2018). Improving self-regulated learning with a retrieval practice intervention. Journal of Experimental Psychology: Applied, 24(1), 43-56.

MIYATSU, T., Nguyen, K., McDaniel, M. Five Popular Study Strategies: Their Pitfalls and Optimal Implementations. Perspectives on Psychological Science 2018, Vol. 13(3) 390–407

BAIG M, Tariq S, Rehman R, Ali S, Gazzaz ZJ. Concept mapping improves academic performance in problem solving questions in biochemistry subject. Pak J Med Sci. 2016;32(4):801–805. doi:10.12669/pjms.324.10432

FENG, JIA NING. “An evaluation of the Pomodoro Technique for stopping procrastination and behaviour change.” (2016).

QURESHI A, Rizvi F, Syed A, Shahid A, Manzoor H. The method of loci as a mnemonic device to facilitate learning in endocrinology leads to improvement in student performance as measured by assessments. Adv Physiol Educ. 2014;38(2):140–144. 10.1152/advan.00092.2013

DUNLOSKY J. Strengthening the student toolbox: study strategy to boost learning. American Educator, Fall 2013.

SIQUEIRA CM, Gurgel-Giannetti J. Poor school performance: an updated review. Rev Assoc Med Bras. 2011;57:78-87.

KANDEL E. R.; Dudai Y.; Mayford M.R. The molecular and system biology of memory. Cell 157, March 27, 2014.

Downloads

Publicado

2021-02-24

Como Citar

Oliveira Barros, K. ., Manzoni de Almeida, D., & Bueno, K. de O. (2021). Descrição do desenvolvimento de um método de estudo intitulado “método da montanha” para o ensino e aprendizagem de imunologia no ensino superior. Revista Brasileira De Iniciação Científica, 8, e021008. Recuperado de https://periodicoscientificos.itp.ifsp.edu.br/index.php/rbic/article/view/92