A pandemia e os professores alfabetizadores

um olhar para a rede pública no sul do Brasil

Autores

  • Gabriel Pôrto César Universidade La Salle
  • Helena Oliveira Santiago Universidade La Salle
  • Karine Isabel Schafer de Brum Universidade La Salle
  • Hildegard Susana Jung Universidade La Salle - Unilasalle

Palavras-chave:

Alfabetização. Pandemia. Professores Alfabetizadores. Ensino Público. Desigualdade Social

Resumo

Este trabalho é sobre o impacto da pandemia nos anos iniciais da educação básica. O objetivo consiste em apresentar o ponto de vista e vivências de professores alfabetizadores da rede pública de ensino da região metropolitana de Porto Alegre durante a pandemia. A pesquisa é qualitativa e utiliza um questionário online para obter dados. Os resultados demonstram: a) a desigualdade social é fator determinante ao desenvolvimento das crianças, pois menos da metade acompanha as aulas remotas; b) a importância do apoio familiar à aprendizagem, buscando a autonomia; c) a possibilidade de interação entre professores e estudantes é uma preocupação docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriel Pôrto César, Universidade La Salle

Graduando em Pedagogia pela Universidade La Salle - Canoas. ORCID: https://orcid.org/0000-0001-8929-0224  E-mail: gabriel.201311345@unilasalle.edu.br.

Helena Oliveira Santiago, Universidade La Salle

Graduanda em Pedagogia pela Universidade La Salle - Canoas. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-9452-6163. E-mail: helena.201920228@unilasalle.edu.br.

Karine Isabel Schafer de Brum, Universidade La Salle

Graduanda em Pedagogia pela Universidade La Salle - Canoas. ORCID:https://orcid.org/0000-0003-2811-1792  Email: karine.201810601@unilasalle.edu.br.

Hildegard Susana Jung, Universidade La Salle - Unilasalle

Doutora em Educação. Docente e coordenadora do Curso de Pedagogia da Universidade La Salle. Pesquisadora e docente permanente do PPG Educação da Unilasalle

Referências

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2016.

BEMFICA, Patricia da Rosa; JUNG, Hildegard Susana. A afetividade na educação infantil como agente transformador. In: FOSSATI, Paulo; JUNG, Hildegard Susana; CASAGRANDE, Cledes. (org) 2. ed. Aspectos da docência e da aprendizagem: processos emergentes. Canoas: Unilasalle, 2019. - (Pedagogia, epistemologia e prática docente) Disponível em: http://svr-net20.unilasalle.edu.br/bitstream/11690/1247/1/Aspectos_da_docencia_e_da_aprendizagem.pdf#page=66 Acesso em: 15 mar. 2021.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. MEC/CONSED/UNDIME, 2018. Brasília: Edição 1. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf.

BRASIL. Constituição. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988.

BRASIL. Ministério da Saúde. Sobre a doença: o que é COVID-19. 2020a. Disponível em: https://bit.ly/2SrBREc Acesso em: 12 mar. 2021

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria nº 356, de 11 de março de 2020. Dispõe sobre a regulamentação e operacionalização do disposto na Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020, que estabelece as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus (COVID-19). 2020b. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-356-de-11-de-marco-de-2020-247538346 Acesso em: 03 mar. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm Acesso em: 07 mar. 2021.

CABRAL, Tatiane; DA COSTA, Enio Silva. A pandemia e as aulas remotas: a reinvenção da prática docente. In: RIBEIRO, Marcelo Silva de Souza; SOUSA, Clara Maria Miranda; LIMA, Emanoela Souza Lima (org.). Educação em tempos de pandemia: registros polissêmicos do visível e invisível. 1. ed. Petrolina: UNIVASF, 2020 Disponível em: https://cutt.ly/1xDaUMz Acesso em: 03 mar. 2021.

CORDEIRO, Karolina Maria de Araújo. O impacto da pandemia na educação: a utilização da tecnologia como ferramenta de ensino. Disponível em <http://repositorio.idaam.edu.br/jspui/handle/prefix/1157>. Acesso em: 14 de março de 2021.

DE OLIVEIRA, Jerffeson Miguel; ARAÚJO, Zilda Tizziana Santos. Desafios e estratégias do trabalho docente no cenário de pandemia. In: Congresso Nacional de Educação: Educação como (re)Existência: Mudanças, conscientização e conhecimentos. VII, 2020, Maceió. Anais eletrônicos. Disponível em: https://editorarealize.com.br/editora/anais/conedu/2020/TRABALHO_EV140_MD1_SA4_ID5142_21082020150801.pdf Acesso em: 20 mar. 2021.

DUARTE, Teresa. A possibilidade da investigação a 3: reflexões sobre triangulação (metodológica). 2009

FERREIRO, Emilia. Reflexões sobre alfabetização. 24. ed. São Paulo: Cortez, 2001.

FLICK, Uwe. Qualidade na pesquisa qualitativa: coleção pesquisa qualitativa. Bookman Editora, 2009.

FREIRE, Paulo. A importância de ler: em três artigos que se complementam. 23. ed. São Paulo: Cortez, 1989.

FREIRE, Paulo. Educação como prática de liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1967.

FREIRE, Paulo. Medo e Ousadia: o cotidiano do professor. 18.ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1986.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 25. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 17. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

GIL, Antonio Carlos et al. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2002.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo, Atlas, 2008.

MONTEIRO, Sandrelena da Silva. (Re)Inventar Educação Escolar no Brasil em tempos da COVID-19. 2020. Disponível em: https://revistas.unisuam.edu.br/index.php/revistaaugustus/article/view/552. Acesso em: 14 de março de 2021.

MOREIRA, Marco Antonio. Teorias de aprendizagem. São Paulo: Pedagógica e universitária, 1999.

SANTOS, Boaventura de Sousa. A Cruel Pedagogia do Vírus. Almedina: Abril, 2020.

SARMENTO, Dirléia Fanfa; MENEGAT, Jardelino; WOLKMER, Antonio Carlos. Direitos Humanos: uma Construção Histórica. In: Sarmento, Dirléia Fanfa et al. Educação em Direitos Humanos: dos dispositivos legais às práticas educativas. Porto Alegre: Cirkula, 2018.

SOARES, Magda. Alfabetização e letramento. São Paulo: Contexto, 2017.

SOARES, Magda. Letramento e escolarização. In: Ribeiro, Vera Masagão. Letramento no Brasil: reflexões a partir do INAF. São Paulo: Global, 2003.

SOUSA, Clara Maria Miranda de Sousa; RIBEIRO, Marcelo Silva de Souza. A “roda viva” da história em meio a disseminação do ódio. In: RIBEIRO, Marcelo Silva de Souza; SOUSA, Clara Maria Miranda; LIMA, Emanoela Souza Lima (org.). Educação em tempos de pandemia: registros polissêmicos do visível e invisível. 1. ed. Petrolina: UNIVASF, 2020 Disponível em: https://cutt.ly/1xDaUMz Acesso em: 01 mar. 2021.

Downloads

Publicado

2021-04-13

Como Citar

Pôrto César, G., Oliveira Santiago, H., Isabel Schafer de Brum, K., & Jung, H. S. (2021). A pandemia e os professores alfabetizadores: um olhar para a rede pública no sul do Brasil. Revista Brasileira De Iniciação Científica, 8, e21015. Recuperado de https://periodicoscientificos.itp.ifsp.edu.br/index.php/rbic/article/view/423