O Trabalho e saúde no setor elétrico

Uma revisão da produção científica

Autores

  • Elis Carla Sardeto Silva Anhanguera
  • Flavia Traldi de Lima Faculdade Anhanguera Rio Claro Sp

Palavras-chave:

Trabalho. Saúde. Setor elétrico

Resumo

O trabalho de eletricistas é marcado pela presença de relevantes demandas físicas e mentais, resultando em riscos à saúde, à segurança e a vida dos trabalhadores. Este artigo tem como objetivo apresentar resultados apurados de uma revisão da produção científica do tema saúde e trabalho no setor elétrico. Realizou-se uma busca na plataforma Scielo baseado nos descritores “saúde”, “trabalho” e “setor elétrico” abrangendo o filtro “Todos os índices”, entre os anos 2009 e 2019. Os resultados apresentam contribuições mínimas acerca do tema, apontando para uma maior articulação sobre o tema.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elis Carla Sardeto Silva, Anhanguera

Graduanda em Psicologia. Faculdade Anhanguera de Rio Claro. ORCID: https://orcid.org/

0000-0001-5772-9378. 

Flavia Traldi de Lima, Faculdade Anhanguera Rio Claro Sp

Mestre em CiÊncias humanas e sociais aplicadas (FCA/UNICAMP), Doutoranda em Educação (FE/UNICAMP). Coordenadora e docente de graduação de Psicologia da Faculdade Anhanguera de Rio Claro/SP

Referências

ALBERT, Alex; HALLOWELL, Matthew. Safety risk management for electrical transmission and distribution line construction. Safaty Science, 51, P. 118-126, 2013.

ANEEL. Indicadores de Segurança do Trabalho e das Instalações. Disponível em: http://www2.aneel.gov.br/aplicacoes/IndicadoresSegurancaTrabalho/pesquisaGeral.cfm. Acesso em: 17.06.2020.

BATRA, PE; et al. Electric accidents in the production, transmission, and distribution ofelectric energy: a review of the literature. International Journal of occupational Safety and Ergonomics. (CIOP – Central Institute for Labour Protection National Research Institute), 7 (3): 285-307, 2001. Disponível em: <http://www.ciop.pl/826>. Acesso em 24 jul. 2012.

Bourguignon DR, Milanezi EL, Collil, Dall’ Orto MSC, Paiva MD, Nascimento R N, Bastos R B, Honório WPH Perfil dos eletricistas do setor energético da região metropolitana da região de Vitória-ES: um estudo de base ergonômica. Vitória: Centro de Referência em Saúde do Trabalhador, CRST; 2003. Disponível em: htp://www.saude.es.gov.br/ download/crst/PERFIL_DOS_ ELETRICITARIOSI.pdf. Acesso em 10 de outubro 2003.

CUT - Terceirização e desenvolvimento: uma conta que não fecha: Dossiê acerca do impacto da terceirização sobre os trabalhadores e propostas para garantir a igualdade de direitos. Secretaria. Nacional de Relações de Trabalho e Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos. São Paulo: Central Única dos Trabalhadores, 2014. Disponível em: https://www.cut.org.br/system/uploads/ck/files/Dossie-Terceirizacao-e-Desenvolvimento.pdf.

DIIESE. DEPARTAMENTO INTERSINDICAL DE ESTATÍSTICA E ESTUDOS SOCIOECONÔMICOS. Perfil ocupacional dos empregados do setor de energia elétrica no Brasil: 1998/2004. DIEESE, São Paulo, Estudos e pesquisas, n. 28, p. 1-40, 2006.

SCIELO. Modelo de publicação eletrônica para países em desenvolvimento. SciELO, 2019. Acesso em 08.09.2020. Disponível em: https://wp.scielo.org/wp-content/uploads/Modelo_SciELO.pdf.

CADAVID, Emilio; SÁENZ, Luz, M. Physical Activity as a Strategy for Prevention and Health Promotion in the Occupational Context: An Example of Corporate Engagement. Procedia Manufacturing v. 3, p. 1140-1147, 2015.

GUARDIA, Marcelle La; LIMA, Francisco. Cooperação e relações de Confiança: a construção da segurança e da saúde no trabalho de alto risco. Laboreal, vol.15, n.1, p. 1-23, 2019.

GONÇALVES, Marcella Silva Ribeiro. Poda de vegetação em linha viva: complexidade e risco na atividade dos eletricistas. 2020. 1 recurso online (125 p.) Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Aplicadas, Limeira, SP.

KOIFMAN, Sergio. Geração e transmissão da energia elétrica: impacto sobre os povos indígenas no Brasil. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 17, n. 2, p. 413-423, 2001.

MARTINEZ, Maria Carmen; LATORRE, Maria do Rosário Dias de Oliveira; FISCHER, Frida Marina. Validade e confiabilidade da versão brasileira do Índice de Capacidade para o Trabalho. Rev. Saúde Pública, vol.43, n.3, p.525-532, 2009.

MARTINEZ, Maria Carmen; LATORRE, Maria do Rosário Dias de Oliveira. Fatores associados à capacidade para o trabalho de trabalhadores do Setor Elétrico. Cad. Saúde Pública, v. 25, n. 4, p. 761-772, 2009.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Metodologia do trabalho científico. 8. ed. São Paulo: Editora Atlas, 2017.

MORIGUCHI, Cristiane Shinohara; ALENCAR Jeronimo Faria De; MIRANDA JUNIOR, Luiz Carlos e COURY, Helenice Jane Cote Gil. Sintomas muscoloesqueléticos em eletricistas de rede de distribuição de energia. Rev. bras. Fisioter., vol.13, n.2, 2009. Rev. bras. Fisioter., vol.13, n.2, 2009.

MINISTÉRIO DA FAZENDA. Anuário Estatístico de Acidentes de Trabalho (AEAT): Brasília: MF, 2017. Disponível em: http://sa.previdencia.gov.br/site/2018/09/AEAT-2017.pdf. Acesso em 28.09.20.

Nogueira VA. Reestruturação do setor elétrico: um estudo qualitativo das condições de trabalho e saúde dos eletricitários frente à privatização da CERJ [dissertação]. Rio de Janeiro (RJ): Escola Nacional de Saúde Pública/Fundação Oswaldo Cruz; 1999.

OLIVEIRA, Kenia Pires de.; MARTINS, Marcus Ferreira.; COSTA, Jorge de Assis. prevenção de dores osteomusculares em eletricistas: uma análise ergonômica. Revista científica da Faminas, v. 6, n. 2, maio-ago. de 2010.

HEMBECKER, Paula Karina. Conjunto de segurança para trabalhos em altura: uma análise comparativa de cintos tipo paraquedista no setor de distribuição de energia elétrica. Dissertação submetida ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção da Universidade Federal de Santa Catarina, 2010.

PATERNITI, Sabrina., NIEDHAMMER, Isabelle., LANG Thierry., CONSOLI, Silla M. Psychosocial factors at work, personality traits and depressive symptoms: longitudinal resilts from the Gazel Study. Brisht Journal Psychiatry, v. 181, p. 111-7, 2002.

PIRES, José Claudio Linhares. Desafios da reestruturação do setor elétrico brasileiro. Rio de Janeiro: BNDES, 2000.

SASAKI, Robson Shigueaki; FURTADO JÚNIOR, Marconi Ribeiro; LEITE, Elton da Silva; SOUZA, Amaury Paulo; TEIXEIRA, Mauri Martins; FERNANDES, Haroldo Carlos Fernandes. Avaliação ergonômica de pulverizadores costais utilizados no setor florestal, Revista Árvore, Viçosa-MG, V. 38, n. 2, p. 331-337, 2014.

SANTANA, Edvaldo Alves de, OLIVEIRA, Carlos Augusto C.N.V. de. A economia dos custos de transação e a reforma na indústria de energia elétrica no Brasil. In: Borenstein, C. (org), Regulação e gestão competitiva no setor elétrico brasileiro. Porto Alegre: Editora Sagra Luzzato, 1999.

SALVAGNI, Julice; VERONESE, Marília Veríssimo. risco invisível: trabalho e subjetividade no setor elétrico. Psicol. Soc., Belo Horizonte, v. 29, e 131134, 2017.

SEELEY, Patricia A., MARKLIN, Richard. Business case for implementing two ergonomic interventions at an electric power utility. Appl Ergon., v. 34, p.429–439, 2003.

SELIGMANN-SILVA, Edith. Trabalho e desgaste mental: o direito de ser dono de si mesmo. São Paulo: Cortez, 2011.

SCOPINHO, Rosemeire Aparecida. Privatização, reestruturação e mudanças nas condições de trabalho: o caso do setor de energia elétrica. Cad. psicol. soc. trab., São Paulo, v. 5, p. 19-36, dez. 2002.

SOUZA, Suerda Fortaleza de; CARVALHO, Fernando Martins; ARAUJO, Tânia Maria de; PORTO, Lauro Antônio. Fatores psicossociais do trabalho e transtornos mentais comuns em eletricitários. Rev. Saúde Pública., vol.44, n.4, pp.710-717, 2010.

SILVA, Luís Geraldo Gomes. Os acidentes fatais entre os trabalhadores contratados e subcontratados do setor elétrico brasileiro. Revista da RET – Rede de Estudos do Trabalho, ano VI, n. 12, 2013. Disponível em: http://www.estudosdotrabalho.org/RRET12_2.pdf Acesso em: 07.10.2020.

SILVA, Alessandro Jose Nunes; ALMEIDA, Ildeberto Muniz; VILELA, Rodolfo Andrade de Gouveia; MENDES, Renata Wey Berti; HURTADO, Sandra Lorena Beltran. Acidentes de trabalho e os religadores automáticos no setor elétrico: para além das causas imediatas. Cad. Saúde Pública., vol.34, n.5, 2018.

SILVA, Cleide Aparecida da; FERREIRA, Maria Cristina. Dimensões e indicadores da qualidade de vida e do bem-estar no trabalho. Psic.: Teor. e Pesq. 2013.

Downloads

Publicado

2021-12-09

Como Citar

Sardeto Silva, E. C., & Traldi de Lima, F. (2021). O Trabalho e saúde no setor elétrico: Uma revisão da produção científica. Revista Brasileira De Iniciação Científica, 8, e021040. Recuperado de https://periodicoscientificos.itp.ifsp.edu.br/index.php/rbic/article/view/430