Diálogos investigativos sobre as percepções da Terra e da Lua na perspectiva de estudantes com deficiência visual

Autores

  • Fábio Matos Rodrigues Universidade Estadual Paulista "Júlio Mesquita Filho"
  • Éder Pires de Camargo Universidade Estadual Paulista, campus de Ilha Solteira
  • Rodolfo Langhi Universidade Estadual Paulista, campus de Bauru

Palavras-chave:

Deficiência Visual, Percepção, Astronomia, Diálogo, Modelo

Resumo

A presente pesquisa faz parte de um estudo mais amplo de doutorado intitulado: O céu como Tema Gerador para a Educação Inclusiva: desafios e possibilidades a partir da cosmopercepção de estudantes com deficiência visual, onde analisamos as percepções e representações de estudantes com deficiência visual sobre os objetos celestes e seus movimentos. Os resultados apontaram que o diálogo é fundamental para perceber as condições de produção dos sujeitos frente ao desafio de construir modelos que fizessem sentido para si mesmos, além de apresentarem elementos subjetivos e outros impostos pela cultura majoritariamente vidente em sala de aula sobre o fenômeno discutido.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fábio Matos Rodrigues, Universidade Estadual Paulista "Júlio Mesquita Filho"

Doutor. Universidade Estadual Paulista “Júlio Mesquita Filho”

Éder Pires de Camargo, Universidade Estadual Paulista, campus de Ilha Solteira

Livre Docente. Universidade Estadual Paulista, campus de Ilha Solteira

Rodolfo Langhi, Universidade Estadual Paulista, campus de Bauru

Doutor. Universidade Estadual Paulista “Júlio Mesquita Filho

Referências

ALMEIDA, Tamires. S. E ARAÚJO, Filipe. V. Diferenças experienciais entre pessoas com cegueira congênita e adquirida: uma breve apreciação. Revista Interfaces: Saúde, Humanas e Tecnologia. Ano 1, v. 1, n.3, jun, 2013.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2010.

BRASIL. LEI Nº 13.146, DE 6 DE JULHO DE 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Brasília – DF, 2015. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2015/Lei/L13146.htm. Acesso em 29 jun. 2017.

BISCH, S. M. Astronomia no ensino fundamental: natureza e conteúdo do conhecimento de estudantes e professores. Tese (Doutorado em Educação), Faculdade de Educação, USP, 1998.

CAMARGO, E. P. de. Ensino de física e deficiência visual. São Paulo: Plêiade, 2008.

CAMARGO, E. P. de. Saberes docentes para a inclusão do aluno com deficiência visual em aulas de Física. São Paulo: Ed. Unesp, 2012.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. Ed. Paz e Terra, 1978.

GONZÁLEZ, E. (org.) Necessidades educacionais específicas: intervenção psicoeducacional. Porto Alegre: Artmed, 2007, p.102.

MORTIMER, E.F.; SCOTT, P. Atividade Discursiva nas Salas de Aulas de Ciências: Uma Ferramenta Sociocultural para Analisar e Planejar o Ensino. Investigação em Ensino de Ciências, Porto Alegre - RS, v.7, n. 3, p. 01-24, 2002.

MOREIRA, M.A. Aprendizagem significativa crítica, Atas do III Encontro Internacional sobre Aprendizagem Significativa, Lisboa (Peniche), 2000, p 7.

RODRIGUES, F. M. O Céu como Tema Gerador para a Educação Inclusiva: desafios e possibilidades a partir da cosmopercepção de estudantes com deficiência visual. 21 de fev. de 2020. 411 f. Tese (Doutorado em Educação para a Ciência) – Universidade Estadual Paulista, Bauru, São Paulo, 2020.

TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

VIGOTSKI, L. S. (1997). La colectividad como factor de desarrollo del nino deficiente. Em L. S. Vygotski (ed.), Obras Escogidas: V Fundamentos de Defectología, 2ª Edição (pp. 213-234). Madrid: Visor.

Downloads

Publicado

2021-02-27

Como Citar

MATOS RODRIGUES, F.; PIRES DE CAMARGO, Éder .; LANGHI, R. Diálogos investigativos sobre as percepções da Terra e da Lua na perspectiva de estudantes com deficiência visual. Revista Internacional de Pesquisa em Didática das Ciências e Matemática, [S. l.], v. 2, p. e021006, 2021. Disponível em: https://periodicoscientificos.itp.ifsp.edu.br/index.php/revin/article/view/343. Acesso em: 1 dez. 2021.