A imagem dos cientistas no ensino secundário angolano

um estudo com alunos de ciências

Autores

  • Kanga Pedro João Kanga nstituto Superior de Ciências de Educação do Uíge
  • Luís Dourado Universidade do Minho

Palavras-chave:

Angola., alunos de ciências, ensino secundário, imagem dos cientístas

Resumo

Nesta investigação pretendeu-se averiguar a imagem dos cientistas perfilhada pelos alunos do ensino secundário angolano. Desenvolveu-se um estudo com 80 alunos, distribuídos em seis municípios da província do Uíge. Os dados recolhidos através de um questionário revelaram que os alunos possuem imagens estereotipadas acerca dos cientistas e seu trabalho, consideram-nos como pessoas com aparência esquisita, do sexo masculino, génios que trabalham de forma individual no laboratório, seguindo os passos do método científico. Também consideram que a atividade científica sofre influência da religião, da política e da família. Estes resultados mostram que é necessário repensar os processos de ensino e aprendizagem.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kanga Pedro João Kanga, nstituto Superior de Ciências de Educação do Uíge

Mestre em Supervisão Peadgógica na Educação em Ciências. Instituto Superior de Ciências de Educação do Uíge/Angola. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-4359-7420

Luís Dourado, Universidade do Minho

Doutor em Educação em Ciências. Universidade do Minho. ORCID: https://orcid.org/0000-0003-3888-5409

Referências

ACEVEDO, J. et al. Mitos da didática das ciências acerca dos motivos para incluir a natureza da ciência no ensino das ciências. Ciência & Educação, v. 11, n. 1, p. 1-15, 2005.

AIKENHEAD, G. Educação científica para todos. Mangualde: Edições Pedago, 2009.

ALLCHIN, D. Science Myth – Conceptions. Science Education, v. 87, n. 3, p. 329 – 351, 2003.

AVANZI, M. et al. Concepções sobre a ciência e os estudantes de ensino médio. Atas do I Congreso Iberoamericano de investigación en enseñanza de las ciencias. Disponível em https://www.researchgate.net/publication/294871811_Concepcoes_sobre_a_Ciencia_e_os_Cientista s_entre_estudantes_de_ensino_medio_do_distrito_federal, 2016.

BARBOSA, N. & ALMEIDA, A. Conceções acerca da natureza da ciência em manuais escolares do 5.º ano de escolaridade. Interacções, v. 11, n. 39, p. 418-429, 2015.

BUNGUM, B. Images of physics: an explorative study of the changing character of visual images in Norwegian physics textbooks. Nordina, v. 4, n. 2, p. 132-141, 2008.

BUSKE, R., BARTHOLOMEI-SANTOS, M. & TEMP, D. A visão sobre cientistas e ciência presentes entre alunos do Ensino Fundamental. In S. SELLES & A. ECHEVERRÍA (Org), Atas do X Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências-X ENPEC, p. 1-8. Águas de Lindóia, São Paulo: ABRAPEC, 2015.

CACHAPUZ, A., PRAIA, J. & JORGE, M. Ciência, Educação em ciência e ensino das ciências. Lisboa: Ministério da Educação, 2002.

CHIAPPETTA, L., & KOBALLA, R. Quizzing students on the myths of science. The Science Teacher, v. 71, n. 9, p. 58-61, 2004.

ELGAR, A. Science textbooks for lower secondary schools in Brunei: issues of gender equity. International Journal of Science Education, v. 26, n. 7, p. 875 – 894, 2004.

FARIA, C. et al. “Como trabalham os cientistas?” potencialidades de uma atividade de escrita para a discussão acerca da natureza da ciência nas aulas de ciências. Ciência & Educação (Bauru), v. 20, n. 1, p. 1-22, 2014.

FERNANDES, G., RODRIGUES, A. & FERREIRA, C. Elaboração e validação de um instrumento de análise sobre o papel do cientista e a natureza da ciência e da tecnologia. Investigações em Ensino de Ciências, v. 23, n. 2, p. 256-290, 2018.

GUIMARÃES, L. & CASTRO, D. A história e filosofia da ciência como subsídio para uma estratégia didática sobre radioatividade. Research, Society and Development, v. 8, n. 1, p. 1-10, 2019.

HODSON, D. The place of pratical work in science education. In M. Sequeira (Org), Trabalho prático e experimental na educação em ciências p. 29-42. Braga: Universidade do Minho, 2000.

HODSON, D. Teaching and learning about science: language, theories, methods, history, traditions and values. Roterdão: Sense Publishers, 2009.

ISABEL, F. et al. Visiones deformadas de la ciencia transmitidas por la enseñanza. Enseñanza de las Ciencias, v. 20, n. 3, p. 477-488, 2002.

LISBOA, M. et al. A imagem de ciências e cientista na ótica dos educandos do ensino fundamental de uma escola pública do Distrito Federal. In S. SELLES & A. ECHEVERRÍA (Org), Atas do X Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências-X ENPEC p. 1-8. Águas de Lindóia, São Paulo: ABRAPEC, 2015.

MCCOMAS, W. The principal elements of the nature of science: Dispelling the myths. In W. MCCOMAS (Org), The nature of science in science education p. 53-70. Springer: Dordrecht, 1998.

MEYER, C., GUENTHER, L. & JOUBERT, M. The Draw-a Scientist Test in Africa context: comparing students (stereotypical) images of scientists across university faculties. Research in Science & Technological Education, v. 37, n. 1, p. 1-14, 2018.

MIDGLEY, M. The myths we live by. Londres: Routledge, 2011.

MOURA, B. O que é natureza da Ciência e qual sua relação com a História e Filosofia da Ciência? Revista Brasileira de História da Ciência, v. 7, n. 1, p. 32-46, 2014.

PAVÃO, A. Ensinar ciências fazendo ciência. In A. PAVÃO & D. FREITAS (Org), Quanta ciência há no ensino de ciências. São Carlos: SciELO – EdUFSCar, 2008.

POMBO, F. & LAMBACH, M. As visões sobre ciência e cientistas dos estudantes de química e EJA e as relações com os processos de ensino e aprendizagem. Química Nova na Escola, v. 39, n. 3, p. 237-244, 2017.

PRAIA, J., GIL – PÉREZ, D. & VILCHES, A. O papel da natureza da ciência na educação para a cidadania. Ciência & Educação, v. 13, n. 2, p. 141-156, 2007.

REIS, J. & KIOURANIS, N. A ciência e o cientista retratados por estudantes iniciantes em um curso superior de química. REDEQUIM: Revista de Debates em Ensino de Química, v. 2, n. 1, p. 115-123, 2016.

SAMARAS, G., BONOTI, F. & CHRISTIDOU, V. Exploring children’s perceptions of scientists through and interviews. Procedia - Social and Behavioral Sciences, v. 46, p. 1541-1546, 2012.

SANTOS, M. Cidadania, conhecimento, ciência e educação CTS: Rumo a" novas" dimensões epistemológicas. Revista iberoamericana de ciencia, tecnología y sociedad, v. 2, n. 6, p. 137-157, 2005.

SANTOS, P., BISPO, J. & OMENA, M. O ensino de ciências naturais e cidadania sob a ótica de professores inseridos no programa de aceleração de aprendizagem da EJA- Educação de Jovens e Adultos. Ciência & Educação, v. 11, n. 3, p. 411-426, 2005.

SHE, H. Elementary and middle school students' image of science and scientists related to current science textbooks in Taiwan. Journal of Science Education and Technology, v. 4, n. 4, p. 283-294, 1995.

SILVA, R. A promoção de concepções adequadas acerca dos cientistas através de WebQuests: um estudo com alunos do 9ºano de escolaridade (Dissertação de Mestrado não publicada). Universidade do Minho, Braga, 2006.

SOUZA, G. & SILVA, B. Natureza da ciência por alunos de licenciatura em física. Latin American Journal of Physics Education, v. 7, n. 4, p. 630-647, 2013.

STAPLETON, A. et al. “To see ourselves as others see us”: Post-primary school students’ drawings of scientists before and after participation in a career orientation programme. Action Research and Innovation in Science Education, v. 1, n. 1, p. 15-25, 2018.

TAN, A., JOCZ, J. & ZHAI, J. Spiderman and science: How students’ perceptions of scientists are shaped by popular media. Public Understanding of Science, v. 26, n. 5, p. 520-530, 2015.

VALENTIM, A. A construção da memória do discurso sobre o cientista: metáforas na aventura de tintim “rumo à lua”. In W. VERGUEIRO (Org), Atas Eletrónicos das 2as Jornadas Internacionais de Histórias em Quadradinhos, p. 1 – 15, São Paulo: USP, 2013.

VIECHENESKI, J., LORENZETTI, L. & CARLETTO, M. Desafios e práticas para o ensino de ciências e alfabetização científica nos anos iniciais do ensino fundamental. Atas de Pesquisa em Educação-PPGE/ME, v. 7, n. 3, p. 853-876, 2012.

WEI, B., CHEN, B. & LI, Y. Representations of nature of science in selected histories of science in the integrated science textbooks in china. School Science and Mathematics, v. 113, n. 4, p. 170-179, 2013.

ZANON, D. & MACHADO, A. A visão do cotidiano de um cientista retratada por estudantes iniciantes de licenciatura em química. Ciências & Cognição, v. 18, n. 1, p. 46-56, 2013.

NUNES, K. B. “Desenhe um cientista”: As concepções dos estudantes do Centro Juvenil de Ciência e Cultura sobre os cientistas. Revista Cenas Educacionais, Caetité-Bahia, v. 3, n. 8670, p. 1-15, 2020.

REIS, P. & GALVÃO, C. O diagnóstico de concepções sobre os cientistas através da análise e discussão de histórias de ficção científica redigidas pelos alunos. Revista Electrónica de Enseñanza de las ciencias, v. 5, n. 2, p. 213-234, 2006.

Downloads

Publicado

2022-10-13

Como Citar

JOÃO KANGA, K. P.; DOURADO, L. A imagem dos cientistas no ensino secundário angolano: um estudo com alunos de ciências. Revista Internacional de Pesquisa em Didática das Ciências e Matemática, [S. l.], v. 3, p. e022005, 2022. Disponível em: https://periodicoscientificos.itp.ifsp.edu.br/index.php/revin/article/view/726. Acesso em: 2 fev. 2023.