Formação de professores no PARFOR/história:

estágio supervisionado em Nova Esperança do Piriá (2012-2016)

Autores

Palavras-chave:

Formação de professores. PARFOR. Ensino de História. Nova Esperança do Piriá.

Resumo

O presente texto busca estabelecer reflexões sobre a prática de formação docente em História no âmbito do Programa Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (PARFOR). São abordadosdificuldades e sucessos no desenvolvimento das tarefas curriculares básicas e as percepções dos alunos sobre o processo em questão presentes em documentos produzidos ao longo do curso. Em especial, estabeleceremos relatos de experiência localizados no município de Nova Esperança do Piriá (Pará) e enfrentada pelos alunos/professores em formação no período entre 2012 e 2016.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Edilson Mateus Costa da Silva, Secretaria de Educação do Pará (SEDUC-PA)

Doutor em história pela Universidade Federal do Pará (PPHIST/UFPA). Professor da Secretaria de Educação do Pará (SEDUC-PA).

Elias Diniz Sacramento, Universidade Federal do Pará – Campus Cametá

Doutor em história pela Universidade Federal do Pará (PPHIST/UFPA). Professor da Universidade Federal do Pará – Campus Cametá.

Referências

BENTO, Maria Aparecida da; COELHO, Wilma de Nazaré Baía; COELHO, Mauro Cezar; FERNANDES, Daniela Martins Pereira. Educação na região Norte: apontamentos iniciais. Revista Antropológica (online), v. 5, p. 140-175, 2015.

BRASIL. Lei 10. 639, de 10 de janeiro de 2003. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/l10.639.htm; acesso em 10 out. 2019.

BRASIL. Lei 11.645, de 10 de março de 2008. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2008/Lei/L11645.htm; acesso em 08 out. 2019.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei 9394, de 20 de dezembro de 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm; acesso em 05 set. 2019.

BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais para Formação Inicial no Ensino Superior. Resolução n. 2 de 1 de julho de 2015. http://portal.mec.gov.br/docman/agosto-2017-pdf/70431-res-cne-cp-002-03072015-pdf/file; acesso em 10 jan. 2019.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: introdução aos parâmetros curriculares nacionais. Brasília: MEC/SEF, 1997.

COELHO, Wilma de Nazaré Baia; SANTOS, Raquel Amorim dos; SILVA, Rosângela Maria de N. Barbosa e. Educação e Diversidade na Amazônia. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2015.

FONTES, Edilza. Memória e História da interiorização da UFPA: quando a memória constrói uma história coletiva. Revista Fronteiras, Florianópolis, v. 20, p. 93-114, 2012.

FORTUNATO, Ivan. O relato de experiência como método de pesquisa educacional. In: SHIGUNOV NETO, Alexandre & FORTUNATO, Ivan (org.). Método(s) de Pesquisa em educação. São Paulo: Edições Hipótese, 2018.

GOMEZ, A. P. O pensamento prático do professor: a formação do professor como profissional. In: NÓVOA, Antonio. Os professores e sua formação. 2 ed. Lisboa: Publicações D. Quixote/ Instituto de Inovação Educacional, 1995.

IANNI, Otávio. A luta pela terra: história social da terra e da luta pela terra numa área da Amazônia. Petrópolis: Vozes, 1981.

LOUREIRO, Violeta Refkalefsky. Estado, Bandidos e heróis: utopia e luta na Amazônia. Belém: Ed. CEJUP, 1997.

NÓVOA, Antonio (org.). Profissão professor. 2 ed. Porto: Porto Editora, 1995.

SCHMIDT, Maria Auxiliadora. A formação do professor de História e o cotidiano da sala de aula. In: BITTENCOURT, Circe (org.). O saber histórico na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2004.

Downloads

Publicado

2020-06-10

Como Citar

Silva, E. M. C. da, & Sacramento, E. D. (2020). Formação de professores no PARFOR/história: : estágio supervisionado em Nova Esperança do Piriá (2012-2016). Revista Internacional De Formação De Professores, 5, e020009. Recuperado de https://periodicoscientificos.itp.ifsp.edu.br/index.php/rifp/article/view/33