A cultura difundida no mosteiro de Santa Maria de Alcobaça e a Universidade em Portugal

Autores

  • Camila Gomes de Oliveira Verdade Programa de Pós-Graduação em Educação
  • Terezinha Oliveira Universidade Estadual de Maringá
  • Viviane da Silva Batista Unespar

Palavras-chave:

Monasterio. Universidad. Reino portugués. Historia de la Educacion

Resumo

Este estudo analisa a formação dos mosteiros em Portugal nos séculos XIII e XIV como instituições de saber, com destaque para o mosteiro de Santa Maria de Alcobaça, vinculado ao surgimento da universidade em Portugal. A fonte principal é a Crónica da Ordem dos Frades Menores, escrita por Marcos de Lisboa. Os mosteiros são relevantes para a formação das pessoas e para a preservação da história da universidade em Portugal. O estudo segue os princípios da história social e da longa duração, permitindo compreender a instituição no campo da história da educação.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camila Gomes de Oliveira Verdade, Programa de Pós-Graduação em Educação

Mestranda em Educação. Universidade Estadual de Maringá. Orcid: http://orcid.org/0000-0002-4032-5059

Terezinha Oliveira, Universidade Estadual de Maringá

Doutora em História/Unesp, Pós-Doutora em História e Filosofia da Educação/FEUSP. Profª. Titular do Depart. de Fundamentos da Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação/UEM-Pr. Bolsista de Produtividade 1C/CNPq. Orcid: https://orcid.org/0000-0001-5349-1059

Viviane da Silva Batista, Unespar

Doutora em Educação/UEM. Profª. do Colegiado de Pedagogia da Universidade Estadual de Paraná/Unespar - Campus Paranavaí. Orcid: https://orcid.org/0000-0003-2126-7778

Referências

Referências

Fontes

NUNES, J. Crónica da Ordem dos Frades Menores (1209-1285). Coimbra: Imprensa da universidade, 1918.

Estudos

BATISTA, V. S. Uma análise do ensino no século XIII a partir de um estudo da obra clássica o Romance da Rosa. 2016. 212 f. Tese. Doutorado em Educação. Universidade Estadual do Paraná campus Paranavaí, Paranavaí, 2016.

BLOCH, M. L. B. Apologia da história, ou, O ofício do historiador. Trad. André Talles. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2001.

BOVOLIM, Z. Z. C. P.; SILVA, S. C. L. A educação monástica no século X. In: VI JORNADA DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS, 34., 2007, Maringá. Anais...Maringá: HUMA MULTIMÍDIA, 2007.

BRAUDEL, F. História e ciências sociais. 6. ed. Lisboa: Editorial Presença, 1990.

CAMACHO, V. M. A questão da “clericalização” da Ordem dos Frades Menores na primeira metade do século XIII. In: XVII Encontro de História da Anpuh-Rio, 2016. Anais... Rio de Janeiro, 2016, p.1-9.

DAWSON, C. Criação do Ocidente: A religião e a civilização Medieval. 1 ed. São Paulo: Realizações, 2016.

DIEL, P, F. As escolas dos mosteiros medievais: dinâmica social, didática e pedagogia. Educação Unisinos, v. 21, n. 3,2017.

GOMES, S. A. Entre Memória e História: os primeiros tempos da Abadia de Santa Maria de Alcobaça (1152-1215). Revista de História da Sociedade e da Cultura, v. 2, 2002. p.187- 256.

GONÇALVES, C. C. Escola de Alcobaça. Revista Lusófona de humanidades e tecnologias, n. 10, p. 92-96, 2006. Disponível em: <https://recil.grupolusofona.pt/bitstream/10437/2581/1/1276-4490-1-PB.pdf>. Acesso em: 05 jan. de 2023.

GUARALDO, L. A. N. A reforma da universidade de Coimbra no reinado de D. João III na sua relação com a expansão da fé católica. 2018. 264 f. Tese. Doutorado em Educação. Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2018.

JANOTTI, A. Origem da Universidade. 2. ed. São Paulo: edusp, 1992.

JOSEPH, M. O Trivium: as artes liberais da lógica, gramática e retórica: entendendo a natureza e a função da linguagem. São Paulo: É realizações, 2008.

LE GOFF, J. Documento/Monumento. In: História e Memória. Campinas, SP: Editora Unicamp, 1990.

LE GOFF, J. Uma longa Idade Média. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2008.

MATTOSO, J. Universidade Medieval Portuguesa. Lisboa: Edições Cosmos, 1997.

NASCIMENTO, L. A; COSTA, C. J. História da Universidade de Coimbra nos séculos XIII, XIV e XV e sua relação com as universidades medievais. In: VII Jornada de Estudos Antigos e Medievais VI Ciclo de Estudos Antigos e Medievais do PR e SC, 2008. Anais… Maringá, 2008. p.1-21. Disponível em: <http://www.ppe.uem.br/jeam/anais/2008/pdf/c013.pdf>. Acesso: 11. jan. 2023.

NETO, D. M. A Visão de José Mattoso Sobre A Cultura Monástica Em Portugal Nos Séculos IX a XII. Revista Científica FacMais, Lisboa, v.III. n.1, p. 67-69, 2013. Disponível em: <https://revistacientifica.facmais.com.br/wp-content/uploads/2013/05/2.-A-VIS%C3%83O-DE-JOS%C3%89-MATTOSO-SOBRE-A-CULTURA-MON%C3%81STICA-EM-PORTUGAL-NOS-S%C3%89CULOS-IX-A-XII-Dirceu-Marchini-Neto.pdf>. Acesso: 11 jan. 2023.

NUNES, R. A. C, História da Educação na Idade Média. 2 ed. Campinas SP: Kírion, 2018.

OLIVEIRA, T. Um estudo de virtudes sociais segundo Tomás de Aquino. Educação e Filosofia Uberlândia, v. 29, n. 58, p. 725 - 743, jul./dez. 2015.

RUSSELL, B. História da Filosofia Ocidental. São Paulo: Companhia Editora Nacional, São Paulo, 1969.

SARACHE, M. V. D. Dinis e a origem da universidade de Portugal. In: XI Congresso Nacional de Educação EDUCERE, 2013. Anais... Curitiba, 2013.

p. 22422-22430.

TEODORO, L. Alves. A escrita do passado entre monges e leigos Portugal – séculos XIV e XV. São Paulo: UNESP, 2012. Disponível em: <http://books.scielo.org/id/cxpqd> Acesso em: 28 de mar. 2023.

Downloads

Publicado

2023-06-01

Como Citar

VERDADE, C. G. de O.; OLIVEIRA, T.; BATISTA, V. da S. A cultura difundida no mosteiro de Santa Maria de Alcobaça e a Universidade em Portugal. Revista Internacional de Formação de Professores, Itapetininga, v. 8, p. e023010, 2023. Disponível em: https://periodicoscientificos.itp.ifsp.edu.br/index.php/rifp/article/view/1044. Acesso em: 25 jul. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)