Centro de Vivências Lúdicas - Oficinas Pedagógicas (CVLOPs)

a ludicidade na formação continuada de professores e professoras

Autores

  • Deise Avelina Felipe Saraiva Universidade de Brasília
  • Kátia Augusta Curado Pinheiro Cordeiro da Silva Universidade de Brasília

Palavras-chave:

Educação, História, Ludicidade, Formação Continuada, Trabalho Grupal

Resumo

Este artigo apresenta o percurso histórico dos Centros de Vivências Lúdicas – Oficinas Pedagógicas (CVLOPs) da Secretaria de Educação do Distrito Federal. O objetivo é apresentar elementos que constituem a trajetória histórica dos CVOLOPs. A questão central é: quais elementos constituem o percurso histórico do projeto de formação continuada proposto pelos CVLOPs? O referencial teórico baseia-se em D’Ávila (2006), Luckesi (2000), Marx (1999) e Menezes (2022). Trata-se de uma pesquisa qualitativa de cunho bibliográfico, além da análise documental. A análise indicou quatro categorias: 1. As necessidades do trabalho docente como gênese dos CVLOPs; 2. A idealização de recursos lúdicos como centralidade da formação continuada; 3. O trabalho grupal como referência para a formação continuada; 4. A ludicidade como princípio para a formação docente. Por fim, é possível realizar a formação continuada docente numa perspectiva de ludicidade e de trabalho grupal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Deise Avelina Felipe Saraiva, Universidade de Brasília

Doutoranda em Educação na Linha de Pesquisa Profissão Docente, Currículo e Avaliação - PDCA, Programa de Pós Graduação da Faculdade de Educação da Universidade de Brasília - PPGE/FE/UnB, Mestrado em Educação (2005). Integra o grupo de pesquisa GEPFAPe - Grupo de estudos e Pesquisas sobre Formação e Atuação de Professores/Pedagogos. Professora da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (SEEDF). ORCID: https://orcid.org/0000-0001-8827-0539

Kátia Augusta Curado Pinheiro Cordeiro da Silva, Universidade de Brasília

Doutorado em Educação (2008) e Mestrado em Educação (2001) pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Professora Associada da Universidade de Brasília no Departamento de Administração e Planejamento da Faculdade de Educação e no Programa de Pós-graduação em Educação. Desenvolve e orienta pesquisas na área de Formação de Professores. Coordena o grupo de pesquisa GEPFAPe - Grupo de Pesquisa sobre Formação e Atuação de Professores/Pedagogos. Coordenadora do GT-08 - Formação de professores da Anped. Pesquisadora Produtividade do CNPq. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-9808-4577

Referências

ABREU, Neide. Maria de. Depoimento. OFICINAS PEDAGÓGICAS. Memorial Vivo Oficina Pedagógica de Ceilândia. YouTube, 09 de outubro de 2018. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=FHJs7KkCYJU Acesso em: 13 de abril de 2023.

BRASÍLIA. Fundação Educacional do Distrito Federal. Departamento Geral de Pedagogia. Orientações Pedagógicas. n. 8, 1989.

BRASÍLIA. Fundação Educacional do Distrito Federal. Departamento Geral de Pedagogia. Orientações Pedagógicas. n. 8, 1994.

BRASÍLIA. Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal. Portaria nº116, de 31 de julho de 2012. Dispõe sobre a regulamentação das atividades desenvolvidas nas Oficinas Pedagógicas no âmbito da Rede Pública de Ensino do Distrito Federal e dá outras providências. Disponível em: http://www.sinj.df.gov.br/sinj/Norma/72529/se_prt_116_2012.html Acesso em: 1042023.

BRASÍLIA. Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal. Portaria nº 388, de 29 de novembro de 2018. Dispõe sobre a regulamentação das atividades desenvolvidas pelas Oficinas Pedagógicas (Centro de Vivências Lúdicas - Oficinas Pedagógicas) da Rede Pública de Ensino do Distrito Federal e dá outras providências. Disponível em: http://www.sinj.df.gov.br/sinj/Norma/f41c3564971a440e8ed9fb012132dbf5/Portaria_388_29_11_2018.html Acesso em: 1042023.

CAMPOS, Ana Cristina. Entrevista. Oficinas pedagógicas. NUTEL-CPCE. YouTube, 30 de novembro de 1989. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=u7QsqNIrPZg Acesso em: 13 de abril de 2023.

DANTAS, Clédina. Entrevista. CANAL E. Encerramento Curso de Professores DRE Samambaia. Youtube, 09 de dezembro de 2010. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=K7gCOMpfZP8 Acesso em: 13 de abril de 2023.

D’ÁVILA, Cristina Maria Teixeira. Eclipse do lúdico. Revista Feeba: Educação e Contemporaneidade, Salvador, v.15, n.25, p.15-25, jan/jun 2006.

ENGELS, Friedrich. Sobre o papel do trabalho na transformação do macaco em homem. In: ANTUNES, Ricardo (Org). A dialética do trabalho. Escritos de Marx e Engels. São Paulo: Expressão Popular, 2013.

FERNANDES, Maria Eunice. Entrevista. CANAL E. Oficinas Pedagógicas – 30 anos. YouTube, 31 de outubro de 2016. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=4dnq3gMW3lk Acesso em 25 de abril de 2023.

FRANCO, Maria Laura Puglisi Barbosa. Análise de Conteúdo. Brasília: Plano, 2003.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5 ed. São Paulo: Atlas, 1999.

GRAMSCI, Antonio. Cadernos do cárcere: Antonio Gramsci: Maquiavel; notas sobre o Estado e a política. Trad. Carlos Nelson Coutinho. v. 3. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000.

LIMA, Ruiter. Entrevista. CANAL E. Oficinas Pedagógicas – 30 anos. YouTube, 31 de outubro de 2016. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=4dnq3gMW3lk Acesso em 25 de abril de 2023.

LUCKESI, Cipriano Carlos. Educação, ludicidade e prevenção das neuroses futuras: uma proposta pedagógica a partir da Biossíntese. Ludopedagogia, GEPEL, Programa de Pós Graduação em Educação, Salvador, v.1, p.9-42. 2000.

MARX, Karl. O Capital: crítica de economia política - Livro 1: o processo de produção do capital. Vol.1. 5ed. Trad. Reginaldo Sant’Ana. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1980.

MELLO, Regina Oneda. A ludicidade no ensino de língua portuguesa nas séries finais. Unoesc & Ciência – ACHS, Joaçaba, v. 5, n. 2, p. 181-190, jun./dez. 2014. Disponível em: file:///C:/Users/User/Downloads/5512-Texto%20do%20artigo-20365-20729-10-20141024.pdf Acesso em: 10 de março de 2022.

MENEGAZ, Aldanei. Entrevista. CANAL E. Oficina Pedagógica de Brazlândia. YouTube, 08 de outubro de 2010. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=KmmbFGT6SxU Acesso em: 13 de abril de 2023.

MENEGAZ, A. Entrevista. CANAL E. Oficinas Pedagógicas – 30 anos. YouTube, 31 de outubro de 2016. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=4dnq3gMW3lk Acesso em 25 de abril de 2023.

MENEZES, Jean Paulo Pereira de. O método em Marx: um estudo sobre o presente como síntese de múltiplas determinações. São José do Rio Preto, SP: Práxis, 2022.

MUNIZ, E. Entrevista. CANAL E. Oficinas Pedagógicas – 30 anos. YouTube, 31 de outubro de 2016. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=4dnq3gMW3lk Acesso em 25 de abril de 2023.

OFICINAS PEDAGÓCICAS. Boas vindas – ensino remoto. YouTube, 04 de julho de 2020. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=RHkmfGnlomU Acesso em: 30 de abril de 2023.

OFICINAS PEDAGÓCICAS. Oficinas Pedagógicas nas Escolas: Trilhas Lúdicas para Aulas Remotas (resultado final). YouTube, 14 de novembro de 2021. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=3wxk_N_Q9OY Acesso em: 30 de abril de 2023.

PEDERIVA, Patrícia Lima. Entrevista. CANAL E. Encontro das Oficinas Pedagógicas na Escola Parque 308 Sul. YouTube, 18 de novembro de 2013. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=zAMhICA2kio&list=PL792FB52FB7460BAE&index=99 Acesso em 13 de abril de 2023.

PEREIRA, Reginaldo Santos. Ludicidade, infância e educação: uma abordagem histórica e cultural. Revista HISTEDBR On-line. Campinas, nº 64, setembro, 2015. p. 170-190.

SABINO, Christofer. Entrevista. Oficinas pedagógicas. Conclusão dos Cursos das Oficinas Pedagógicas. YouTube, 25 de junho de 2017. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=AqaURCBGmy8 Acesso em 25 de abril de 2023.

SANTOS, S. M. P. O lúdico na formação do educador. Petrópolis: Vozes, 1997.

SAVIANI, Dermeval. Sobre a natureza e especificidade da educação. Germinal: marxismo e educação em debate, Salvador, v. 7, n. 1, p. 286-293, 2015.

SILVA, Maria José de Aragão Capdeville. Relatos de Experiência. Oficinas Pedagógicas na história: um espaço de construção da ludicidade na educação do Distrito Federal. Revista Com Senso. Caderno RCC#10, volume 4, n.3. Agosto/2017.

SILVA, Américo Júnior Nunes da Silva; SÁ, Antônio Villar Marques de. “Doutores da Aprendizagem”: revivendo a criança adormecida em cada educador. In: SÁ, Antônio Villar Marques de. (Org.). Ludicidade e suas interfaces. Brasília: Liber Livro, 2013.

SOUSA, Lidiane Costa. CANAL E. Encerramento Curso de Professores DRE Samambaia. Youtube, 09 de dezembro de 2010. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=K7gCOMpfZP8 Acesso em: 13 de abril de 2023.

VEIGA, Ilma Passos. Alencastro. Professor: tecnólogo ou agente social? In: VEIGA, I. P. A; AMARAL, A. L. (orgs.). Formação de professores: políticas e debates. Campinas, SP: Papirus, 2002.

VIGOTSKI, L. S. Psicologia, educação e desenvolvimento: escritos de L. S. Vigotski. Trad. Zóia Prestes e Elizabeth Tunes. São Paulo: Expressão Popular, 2021.

Downloads

Publicado

2024-01-26

Como Citar

SARAIVA, D. A. F.; SILVA, K. A. C. P. C. da. Centro de Vivências Lúdicas - Oficinas Pedagógicas (CVLOPs): a ludicidade na formação continuada de professores e professoras. Revista Internacional de Formação de Professores, Itapetininga, p. e024004, 2024. Disponível em: https://periodicoscientificos.itp.ifsp.edu.br/index.php/rifp/article/view/1498. Acesso em: 18 jun. 2024.