Saberes docente para o ensino de ciências e biologia

Autores

  • Cibele Bender Raio Universidade Estadual do Norte do Paraná

Palavras-chave:

Avaliação. Educação Ambiental. Complexidade. Competência.

Resumo

Neste trabalho, práticas no ensino de ciências e de biologia são sugeridas a partir dos
conhecimentos de Paulo Freire e de Edgar Morin. É defendido que a educação em que o professor
só deposita o conteúdo no aluno seja substituída por aquela que instiga a curiosidade, valoriza a
opinião, considera os sentimentos e promova a autonomia. A educação deve converter o educando
em um agente transformador da sua própria realidade. Portanto, o professor precisa atuar com
sentimentalidade, criticidade e autoridade, sem autoritarismo. Além disso, é papel do educador
mostrar que não há conhecimento ileso ao erro ou a ilusão. O docente também precisa trabalhar o
contexto local em relação a um conteúdo global. Deve saber ensinar a condição do humano como
unidade do universo e ensinar sobre a identidade terrena considerando também as incertezas dos
acontecimentos e a ética humana. As discussões aqui apresentadas são inspirações para o
desenvolvimento de práticas de ensino. No entanto, o professor deve adequá-las para o seu
ambiente de trabalho e seu público.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cibele Bender Raio, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Doutora em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho (Botucatu), professora colaboradora da Universidade Estadual do Norte do Paraná.

Referências

AHRENS, J. M. Trump deve retirar EUA do acordo sobre mudanças climáticas: ainda não confirmada pela Casa Branca, medida significa avanço do isolacionismo e triunfo dos radicais. El País, Barcelona, 31 de maio. Internacional. On line. 2017.

ARAÚJO, T.; MIRANDA, G. J.; PEREIRA, J. M. Satisfaction among accounting professors in Brazil. Revista de contabilidade & finanças. On line. v.28, n.74, p.264-281, ago 2017. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-70772017000200264&lng=en&nrm=iso>. ISSN 1808-057X. http://dx.doi.org/10.1590/1808-057x201703420. Acesso em 21 de junho de 2017.

BRASIL, Lei no 11.645, de 10 de março de 2008. Altera a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, modificada pela Lei no10.639, de 9 de janeiro de 2003, que estabele as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena”. Diário Oficial < ttp://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-

/2008/lei/l11645.htm>

BRASIL, Lei nº 9.394, de 20 de dezembro 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil. Brasília, DF, 20 dez. 1996. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/l9394.htm>.

BRASIL. Lei nº 10639, de 9 de janeiro de 2003. Altera a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira”, e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil. Brasília, DF, 9 jan. 2003. Disponível em:

<http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/L10639.htm>.

BRASIL. Ministério da Educação. Educação Ambiental: aprendizes de sustentabilidade. Cadernos SECAD 1. Brasília-DF, 2007.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: meio ambiente e saúde. Brasília, DF: MEC, 1998.

Diretrizes curriculares nacionais para a educação das relações e para o ensino de história e cultura afrobrasileira e africana Etinicorraciais fricana. Brasília: MEC, [s.d.]. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/cne/>.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 25 ed. São Paulo: Ed. Paz e Terra, 2002.

GALIAZZI, M. C.; DORNELES, A. M. Projeto cirandar: experiências do seminário integrado em rodas de formação. In Anais do 31º Seminário de Extensão Universitária da Região Sul. Florianópolis-SC. 2013.

GRUPIONI, Luís Donisete Benzi. A temática indígena na escola: novos subsídios para professores de 1º e 2º graus. Organização Aracy Lopes da Silva e Luís Donisete Benzi Grupioni. Brasília: MEC/MARI/UNESCO, 1995.

LABURÚ, C. E. Fundamentos para um experimento cativante. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 23, n. 3, p. 382-404, 2006.

LIMA, M. M.; REIBNITX, K. S.; KLOH, D.; VENDRUSCOLO, C.; CORRÊA, A. B. Dialogue: network that intertwines the pedagogical relationship into the pratical-reflective teaching. Revista Brasileira de Enfermagem. Internet, v. 69, n. 4, p. 610-617, fev. 2016.

MORIN, E. Os sete saberes necessários à educação do futuro. Tradução Catarina Eleonora F. da Silva e Jenne Sawaya. 2 ed. São Paulo: Cortez; Brasília, DF: UNESCO, 2000.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2002.

VILAS BOAS, J. ; BARBOSA, Jonei Cerqueira. Aprendizagem do professor: uma leitura possível. Ciências e educação (Bauru), Bauru , v. 22, n. 4, p. 1097-1107, dez. 2016. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-73132016000401097&lng=en&nrm=iso>. http://dx.doi.org/10.1590/1516-731320160040016. Acesso em 20 jun 2017.

Downloads

Publicado

2022-08-22

Como Citar

RAIO, C. B. Saberes docente para o ensino de ciências e biologia. Revista Internacional de Formação de Professores, Itapetininga, v. 2, n. 4, p. 100–112, 2022. Disponível em: https://periodicoscientificos.itp.ifsp.edu.br/index.php/rifp/article/view/717. Acesso em: 15 jul. 2024.

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.