Grupos colaborativos de professores e desenvolvimento profissional docente

concepções, contribuições e desafios

Autores

  • Fernanda Bassoli Universidade Federal de Juiz de Fora/Colégio de Aplicação João XXIII
  • José Guilherme da Silva Lopes Universidade Federal de Juiz de Fora/Departamento de Química

Palavras-chave:

Formação continuada de professores, Desenvolvimento profissional docente, Grupos colaborativos

Resumo

O artigo se debruça sobre o desenvolvimento profissional docente (DPD) e o papel dos grupos colaborativos (GC) nesse processo. A partir da realização de uma revisão bibliográfica narrativa, o objetivo central foi analisar as concepções sobre grupos colaborativos, em articulação com o DPD presentes na literatura, visando discutir e compilar as contribuições e desafios relacionados à constituição de GC e identificar as práticas que contribuem para o DPD. Os resultados obtidos ampliaram a compreensão sobre a importância dos GC a partir do mapeamento de suas características, dinâmica de funcionamento, potencialidades e limites, possibilitando também a identificação de estratégias e práticas que potencializam a aprendizagem docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Bassoli, Universidade Federal de Juiz de Fora/Colégio de Aplicação João XXIII

Mestrado em Ecologia. Doutorado em Química. Professora do Colégio de Aplicação João XXIII da Universidade Federal de Juiz de Fora desde 2010. Líder do grupo de pesquisa Ciensinar. Realizo e oriento pesquisas sobre formação de professores e ensino de Ciências/Biologia e atuo no curso de Especialização em Residência Docente (João XXIII/UFJF). ORCID: https://orcid.org/0000-0002-7929-9433

José Guilherme da Silva Lopes, Universidade Federal de Juiz de Fora/Departamento de Química

Mestrado em Ciências. Doutorado em Química. Professor da Universidade Federal de Juiz de Fora.  Tem experiência na área de Química, com ênfase em Ensino de Química, atuando principalmente nos seguintes temas: Formação continuada de professores da Educação Básica e Ensino Superior, Formação de professores de Química para atuação na educação básica, Divulgação Científica e estudo do conhecimento de química de professores de ciências do ensino fundamental. ORCID: https://orcid.org/0000-0001-7257-3017

Referências

ALARCÃO, I. Professores Reflexivos em uma escola reflexiva. 8. ed. São Paulo: Cortez Editora, 2011.

ALIANE, C. S. de M.; REIS, R. DE C.; CÉSAR, E. T.; LOPES, J. G. da S. Lona Periódica: Promovendo Reflexões em um Processo de Formação Continuada. Revista Debates em Ensino de Química, Recife, v.4, n.1, p.102–129, 2018. Disponível em: https://www.journals.ufrpe.br/index.php/REDEQUIM/article/view/1663. Acesso em: 16 jan. 2024.

ALMEIDA, A. R.; MEGID, M. A. B. A. Contribuições de um grupo colaborativo no desenvolvimento profissional de professores da infância. Com a Palavra o Professor, Vitória da Conquista, v.6, n.14, 2021.

BATISTA, J. M. O.; CALEFI, P. S. Elaboração de unidades didáticas integradas em grupos colaborativos: reflexões e apontamentos. Revista Internacional de Formação de Professores, Itapetininga, v. 8, p. 023019, 2023. Disponível em: https://periodicoscientificos.itp.ifsp.edu.br/index.php/rifp/article/view/866. Acesso em: 7 dez. 2023.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Tradução Luís Antero Reto, Augusto Pinheiro. São Paulo: Edições 70, 2011.

BERGMARK, U. Teachers’ professional learning when building a research-based education: context-specific, collaborative and teacher-driven professional development, Professional Development in Education, v. 49, n. 2, p. 210-224, 2023. Disponível em: https://doi.org/10.1080/19415257.2020.1827011. Acesso em 05 jan. 2024.

BASSOLI, F. Desenvolvimento Profissional Docente: Contribuições e Limites de um processo formativo em um grupo colaborativo de professores de Ciências da rede pública de Juiz de Fora (MG). Tese. (Doutorado em Química). Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, 2017. Disponível em: https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/6124. Acesso em 16 fev. 2024.

BASSOLI; F.; LOPES, J. G. Collaborative Groups & Teacher Professional Development: Contributions from an Experience in Brazil. In: G.S. Carvalho, A.S. Afonso & Z. Anastácio (Eds.).Fostering scientific citizenship in an uncertain world (Proceedings of ESERA 2021), Part [14/14] (co-ed. Claudio Fazio & Pedro Reis), (pp. 1111-1118). Braga: CIEC, University of Minho, 2021. Disponível em: https://www.esera.org/wp-content/uploads/2023/02/CNF21-Proceedings_Strand-14_p.1034-1188.pdf. Acesso em 16 fev. 2014.

BASSOLI; F.; LOPES, J. G. S.; CESAR, E. T. Contribuições de um Centro de Ciências para a formação continuada de professores: percursos formativos, parcerias, reflexões e pesquisas. São Paulo, Editora Livraria da Física, 2015. Disponível em: https://www2.ufjf.br/centrodeciencias/wp-content/uploads/sites/98/2023/03/Contribui%C3%A7%C3%B5es-de-um-Centro-de-Ci%C3%AAncias-completo-web.pdf .Acesso em: 16 fev. 2024.

BASSOLI; F.; LOPES, J. G. S.; CESAR, E. T. Reflexões sobre experiências de formação continuada de professores em um centro de ciências: trajetória, concepções e práticas formativas. Ciência & Educação, Bauru, v. 23, n. 4, p. 817-834, 2017. Disponível em: https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=251053801002. Acesso em: 16 fev. 2024.

BOAVIDA, A. M.; PONTE, J. P. Investigação colaborativa: Potencialidades e problemas. In GTI (Ed.): Reflectir e investigar sobre a prática profissional. Lisboa: APM, 2002, p. 43-55.

CARR, W.; KEMMIS, S. Becoming critical: education, knowledge and action research. London: The Falmer Press, 1986.

CARVALHO, M. Universidade e Escola Básica: Formação inicial e continuada de professores que ensinam matemática em espaços colaborativos. Formação Docente, Belo Horizonte, v. 09, n. 16, p. 65-76, jan./jun. 2017. Disponível em: http://formacaodocente.autenticaeditora.com.br. Acesso em: 04 dez. 2023.

CAVACO, M. H. Ofício do professor: o tempo e as mudanças. In: NÓVOA, A. (Ed): Profissão professor. 2. ed. Porto: Porto Editora, 1999, p. 168-192.

CAVALCANTE, L. T. C.; OLIVEIRA, A. A. S. Métodos de revisão bibliográfica nos estudos científicos. Psicologia em revista, Belo Horizonte, v.26, n. 1, p. 83-102, abr. 2020. Disponível em: https://periodicos.pucminas.br/index.php/psicologiaemrevista/article/view/12005. Acesso em: 04 dez. 2023.

COCHRAN-SMITH, M.; LYTLE, S. L. Relationship of knowledge and practice: Teacher learning in the communities. Review of Research in Education, 24, 249-305, 1999.

COELHO, M. A. V. M. Grupos Colaborativos na formação de professores: uma revisão sistemática de trabalhos brasileiros. Zetetiké, Campinas, v.25, n.2, p.345-361, 2017.

CRECCI, V. M.; FIORENTINI, D. Desenvolvimento Profissional de Professores em Comunidades com Postura Investigativa. Acta Scientiae, Canoas, v. 15, n. 1, p. 09-23, 2013.

______________;_______________. Reverberações da aprendizagem de professores de matemática em uma comunidade fronteiriça entre universidade-escola. Educar em Revista, Curitiba, v. 34, n. 70, p. 273-292, jul./ago. 2018.

CRUZ, G. B.; BATALHA, C. S.; LAHTERMAHER, F.; CAMPELO, T. da S.; Percursos de um Grupo de Pesquisa na área de Formação Docente: o GEPED diante do desafio de formar professores e pesquisadores. Formação Docente, Belo Horizonte, v. 10, n. 18, p. 31-52, jan./jul. 2018. Disponível em: http://www.revformacaodocente.com.br. Acesso em: 22 jul. 2023.

DAMIANE, M. F. Entendendo o trabalho colaborativo em educação e revelando seus benefícios. Educar em Revista, Curitiba, n. 31, p. 213-230, 2008.

DARLING-HAMMOND, L., HYLER, M. E., GARDNER, M. Effective Teacher Professional Development. Palo Alto, CA: Learning Policy Institute, 2017. Disponível em: https://bibliotecadigital.mineduc.cl/bitstream/handle/20.500.12365/17357/46%20Effective_Teacher_Professional_Development_REPORT.pdf?sequence=1. Acesso em: 04 dez. 2023.

DINIZ-PEREIRA, J. E. Da Racionalidade Técnica à Racionalidade Crítica: Formação Docente e Transformação Social. Perspectivas em Diálogo: Revista de Educação e Sociedade, Naviraí, v.01, n.01, p. 34-42, jan-jun, 2014.

__________________. A construção social do individualismo na profissão docente: como transcender as fronteiras tradicionais da identidade dos professores? Rev. educ. Campinas, v. 20, n. 2, p. 127-142, maio/ago., 2015.

_____________________; ZEICHNER, K. (Orgs.). A pesquisa na formação e no trabalho docente. 2. ed. Belo Horizonte, Autêntica Editora, 2011.

ELLIOT, J. La investigación-acción en educación. 6. ed. Madrid: Ediciones Morata, 2010.

FERNANDES, E.; PARENTE, C.; VIEIRA, F.; FLORES, M. O potencial das redes de trabalho colaborativo na promoção do desenvolvimento profissional de professores: um estudo realizado em Portugal. Revista Internacional de Formação de Professores, Itapetininga, v. 6, p. e021016, 2021. Disponível em: https://periodicoscientificos.itp.ifsp.edu.br/index.php/rifp/article/view/461. Acesso em: 27 jan. 2024.

FERREIRA, A. C. Metacognição e desenvolvimento profissional de professores de Matemática: Uma experiência de trabalho colaborativo. Tese. (Doutorado em Educação: Educação Matemática). Unicamp, Campinas, 2003.

FERREIRA, L. G. Desenvolvimento profissional docente: cotidiano e aprendizagem da docência de professores iniciantes. Revista Internacional de Formação de Professores, Itapetininga, v. 6, p. 58–80, 2021. Disponível em: https://periodicoscientificos.itp.ifsp.edu.br/index.php/rifp/article/view/508. Acesso em: 26 jan. 2024.

FIORENTINI, D. Pesquisar práticas colaborativas ou pesquisar colaborativamente. Pesquisa qualitativa em educação matemática. Belo Horizonte: Autêntica, 2004.

___________. Learning and Professional Development of the Mathematics Teacher in Research Communities 1. Sisyphus - Journal of Education, v.1, n.3, p.152–181, 2013.

____________; CRECCI, V. M. Práticas de desenvolvimento profissional sob a perspectiva dos Professores. Diversa Prática – Volume Especial de Lançamento – 2º. Semestre 2012. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/diversapratica/article/view/19781. Acesso em: 04 dez. 2023.

____________; ________. Desenvolvimento Profissional DOCENTE: Um Termo Guarda-Chuva ou um novo sentido à formação? Revista Formação Docente, Belo Horizonte, v. 05, n. 08, p. 11-23, jan./jun. 2013.

Disponível em: http://formacaodocente.autenticaeditora.com.br . Acesso em: 15 jul. 2023.

__________; ________. Interlocuções com Marilyn Cochran-Smith sobre aprendizagem e pesquisa do professor em comunidades investigativas. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 21, n. 65. 2016. Disponível em: http://educa.fcc.org.br/pdf/rbedu/v21n65/1413-2478-rbedu-21-65-0505.pdf. Acesso em: 04 dez. 2023.

FORTES, A. M.; FLORES, M. A. Potenciar o desenvolvimento profissional e a colaboração docente na escola. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 42 n. 147, p. 900-919 set./dez. 2012. Disponível em: https://web.archive.org/web/20170823094349id_/http://www.scielo.br/pdf/cp/v42n147/14.pdf. Acesso em: 04 dez. 2023.

FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia – Saberes necessários à prática educativa. 35. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2007.

GAMA, R.P.; FIORENTINI, D. Formação continuada em GC: professores de matemática iniciantes e as aprendizagens da prática profissional. Educ. Matem. Pesq., São Paulo, v.11, n.2, pp.441-461, 2009.

GTI (Ed.) Reflectir e investigar sobre a prática profissional. Lisboa: APM, 2002.

HARGREAVES, A. Os professores em tempos de mudanças. O Trabalho e a Cultura dos Professores na Idade Pós-Moderna. Alfragide, Portugal: McGraw-Hill. 1998.

IBIAPINA, I. M. L. M. Pesquisa Colaborativa: Investigação, formação e produção de conhecimentos. Brasília: Liber livro Editora, 2008.

INFANTE-MALACHIAS, M. E.; YOSHITAKE, A. M.; FEJES, M. A dinâmica de colaboração de um grupo de professores de educação básica e pesquisadores acadêmicos: um projeto piloto para a formação de professores pesquisadores. Revista Metáfora Educacional, Feira de Santana, n. 15, 2013. Disponível em: http://www.valdeci.bio.br/pdf/n15_2013/infantemalachias_yoshitake_fejes_a_dinamica_de.pdf. Acesso em: 04 dez. 2023.

LEITE, C. B. Perfis colaborativos em grupos para o desenvolvimento profissional de professores. Dissertação. (Mestrado em Educação). Universidade Federal de São Carlos, Sorocaba, 2021.

LITTLE, J.W. The Persistence of Privacy: Autonomy and Initiative in Teachers’ Professional Relations. Teachers College Record, v. 91, n. 4, 509-536 p., 1990. Disponível em: https://www.researchgate.net/profile/Judith-Warren-Little/publication/247944039_The_Persistence_of_Privacy_Autonomy_and_Initiative_in_Teachers_Professional_Relations/links/569c191b08aea147695471c4/The-Persistence-of-Privacy-Autonomy-and-Initiative-in-Teachers-Professional-Relations.pdf Acesso em: 4 dez. 2023.

LOSANO, A. L. Aprendizagem e desenvolvimento profissional de professores iniciantes que participam de comunidades investigativas. Zetetike, Campinas, v. 26, n. 3, 2018.

MALDANER, O. A. A formação inicial e continuada de professores de química: professores/pesquisadores. 3. ed., Ijuí: Ed. Unijuí, 2006.

MARCELO, C. Desenvolvimento Profissional Docente: passado e futuro. Sísifo. Revista de Ciências da Educação, Lisboa, 08, p. 7-22, 2009.

MARTINS, B.; CURI; P.E. Grupos Colaborativos: um olhar reflexivo para o desenvolvimento profissional de professores de matemática. Research, Society and Development, v.7, n. 1, 2018.

MEGID, M.A.B.A; WASCONCELOS, V. L. B. M. Pesquisa Colaborativa, Práticas e Grupos Colaborativos. Ciências em Foco, Campinas, v. 8, n. 1, p. 40-48, 2015.

MENEZES, P. H. D. Desenvolvimento profissional de professores: a influência da vivência em um grupo colaborativo. Tese (Doutorado). Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2010.

NACARATO, A. M. et al. Um estudo sobre pesquisas de Grupos Colaborativos na formação de professores de Matemática. In: Anais do II Seminário Internacional de Pesquisas em Educação Matemática (sem página). Santos, 2003.

NÓBREGA-THERRIEN, S. M.; THERRIEN, J. Trabalhos científicos e o estado da questão. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v.15, n.30, p. 5–16, 2004. Disponível em: https://doi.org/10.18222/eae153020042148. Acesso em: 08 dez. 2023.

NÓVOA, A. Os professores e as histórias da sua vida. In: Nóvoa, A. (Org). Vidas de Professores. Porto: Porto Editora, 2007, p. 11-30.

NÓVOA, A. Para uma formação de professores construída dentro da profissão. Revista de Educación, Madri, n. 350, 2009. http://www.educacionyfp.gob.es/revista-de-educacion/dam/jcr:31ae829a-c8aa-48bd-9e13-32598dfe62d9/re35009por-pdf.pdf.

PASSOS, C. L. B. et al. Desenvolvimento profissional do professor que ensina Matemática: Uma meta-análise de estudos brasileiros. Quadrante, Lisboa, v.15, n.1 e 2, 2006. Disponível em: https://quadrante.apm.pt/article/view/22800. Acesso em: 30 jan. 2024.

PIMENTA, S.G.; GHEDIN, E, (Org.). Professor Reflexivo no Brasil: Gênese e crítica de um conceito. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2008.

PINHO, A. S.; MESQUITA, L. Desenvolvimento profissional e colaboração na escola: dois estudos em diálogo. Revista Internacional de Formação de Professores, Itapetininga, v. 3, n. 1, p. 122–154, 2018. Disponível em: https://periodicoscientificos.itp.ifsp.edu.br/index.php/rifp/article/view/687. Acesso em: 30 jan. 2024.

PONTE, J. P. Pesquisar para compreender e transformar a nossa própria prática. Educar em Revista, Curtiba, 24, 37-66, 2004. Disponível em: https://www.scielo.br/j/er/a/vq3wfWQHPyL7ZSvWWpgNhGH/?lang=pt&format=pdf. Acesso em: 4 dez. 2023.

PONTE, J. P. Investigar a nossa própria prática: uma estratégia de formação e de construção do conhecimento profissional. PNA, Lisboa, v. 2, n. 4, 153-180, 2008. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/26513793_Investigar_a_nossa_propria_pratica_Uma_sterategia_de_formacao_e_de_construcao_do_conhecimento_profissional. Acesso em: 4 dez. 2023.

PONTE, J. P.; SERRAZINA, L. Professores e formadores investigam a sua própria prática: O papel da colaboração. Zetetiké, Campinas, v.11, n. 20, p. 51-84, 2003. Disponível em https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/zetetike/article/view/8646956. Acesso em: 4 dez. 2023.

RAMOS, J. L.; CATTANEO, A. A. P.; JONG, F. P. C. M; ESPADEIRO, R. G. Pedagogical models for the facilitation of teacher professional development via video-supported collaborative learning. A review of the state of the art, Journal of Research on Technology in Education, v. 54, n. 5, p. 695-718, 2022. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/15391523.2021.1911720 .Acesso em: 05 jan. 2024.

RIBEIRO, J. L. P. Revisão de Investigação e Evidência Científica. Psicologia, Saúde & Doenças, São Paulo, v. 15, n. 3, p. 671-682, 2014. Disponível em: http://www.scielo.mec.pt/pdf/psd/v15n3/v15n3a09.pdf. Acesso em: 4 dez. 2023.

RICHIT, A.; PONTE, J.P.; QUARESMA, M. Aprendizagens Profissionais de Professores Evidenciadas em Pesquisas sobre Estudos de Aula. Bolema, Rio Claro, v. 35, n. 70, p. 1107-1137, ago. 2021.

ROTHER, E. T., Revisão sistemática X revisão narrativa. Acta paulista de enfermagem, São Paulo, v.20, n.2, p1, Jun 2007. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ape/a/z7zZ4Z4GwYV6FR7S9FHTByr/?lang=pt. Acesso em 4 dez. 2023.

ROSA, M.I.P.R. Investigação e Ensino – Articulações e Possibilidades na formação de professores de Ciências. Ijuí, ed. Unijuí, 2004.

SANCAR, R.; ATAL, D.; DERYAKULU, D. A new framework for teachers’ professional development. Teaching and Teacher Education, v. 101, 2021. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0742051X21000299 . Acesso em: 05 jan. 2024.

SANTOS, E.M.; ALMEIDA, L.C.; OLIVEIRA, R.M. A formação colaborativa de professores que ensinam matemática: uma experiência no contexto de atividades remotas. Ensino Em Re-Vista, Uberlândia, v. 29, p. 1-25, 2022.

SANTOS, J. O. de C. Perspectiva crítico-reflexiva e colaboração na formação do professor. Revista Internacional de Formação de Professores, Itapetininga, v. 4, n. 1, p. 85–99, 2018. Disponível em: https://periodicoscientificos.itp.ifsp.edu.br/index.php/rifp/article/view/194. Acesso em: 30 jan. 2024.

SANTOS JÚNIOR, J. B.; MARCONDES, M. E. R. GC como ferramenta na reestruturação do modelo didático do professor de química. Ciência & Educação, Bauru, v. 19, n. 3, p. 695-713, 2013.

SCHÖN, D. Educando o professional reflexivo: um novo design para o ensino e a aprendizagem. Trad. Roberto Cataldo Costa. Porto Alegre: Artmed, 2000.

SILVA, M.V. da; CERICATO, I.L. A formação continuada na perspectiva da colaboração profissional entre professores: uma revisão bibliográfica. Ensino em Re-Vista, Uberlândia, v. 29, n. Contínua, p. 009, 2022. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/emrevista/article/view/64664. Acesso em: 7 dez. 2023.

SILVA, P. R. da; LOPES, J. G. S. Nanociência e Nanotecnologia em foco: reflexões sobre um tema a ser explorado na educação em ciências. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, São Paulo, v. 11, n. 6, p. 497–513, 2020. Disponível em: https://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/rencima/article/view/2007. Acesso em: 27 jan. 2024.

SILVA, T. O.; RAUSCH, R. B.; SOPELSA, C. S. P. Implicações de uma comunidade de aprendizagem ao desenvolvimento profissional docente de professoras da educação infantil em tempos de pandemia. Formação Docente, Belo Horizonte, v. 14, n. 29, p. 43-56, jan./abr. 2022.

SILVA, F. S.; ZEICHNER, K. Los desafíos de la formación inicial de profesores de Matemáticas como profesionales democráticos. Revista Paradigma, Ribeirão Preto, v. 42, n. extra: Políticas, Programas e Práticas, 2021.

SMYTH, J. Una pedagogía crítica de la práctica en el aula. Revista de Educación, Madri, 294, p.275-300, 1991.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. 10. ed. Petrópolis: Vozes, 2010.

TEIXEIRA, P. J. M. Desenvolvimento profissional docente em um grupo colaborativo. Perspectivas em diálogo: Revista de Educação e Sociedade, Naviraí, v. 6, n. 16, p. 25-40, jan./abr. 2021.

ZEICHNER, K. Para além da divisão entre professor-pesquisador e pesquisador acadêmico. In: GERALDI, M.C.; FIORENTINI, D.; PEREIRA, E.M. de A. Cartografias do Trabalho Docente. 2. ed. Campinas, Mercado de Letras, 2011. p. 207-236.

ZEICHNER, K.: Preparing Teachers as Democratic Professionals, Action in Teacher Education, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.1080/01626620.2019.1700847. Acesso em 4 dez. 2023.

Downloads

Publicado

2024-02-27

Como Citar

BASSOLI, F.; DA SILVA LOPES, J. G. Grupos colaborativos de professores e desenvolvimento profissional docente: concepções, contribuições e desafios. Revista Internacional de Formação de Professores, Itapetininga, p. e024006, 2024. Disponível em: https://periodicoscientificos.itp.ifsp.edu.br/index.php/rifp/article/view/1247. Acesso em: 18 jun. 2024.