O ato didático e o currículo em ação

aproximações necessárias na formação de professores

Autores

  • Sandra Faria Fernandes UniSantos
  • Rosana Aparecida Ferreira Pontes UniSantos

Palavras-chave:

Ato didático. Currículo em ação. Formação de professores.

Resumo

Este texto tem por objetivo tecer aproximações entre Currículo e Didática na formação de professores, destacando o ato didático como currículo em ação. No intuito de compreender como o ato didático constitui-se em currículo em ação, primeiramente, apresenta um quadro histórico-teórico dos campos curricular e didático. A seguir, discute as tensões e contradições que circundam o ato didático, em busca de identificar alternativas emancipatórias para a ação docente. Ao trazer dados de pesquisas na área do Currículo e da Didática, conforme Fernandes e Pontes, ressalta a importância da participação dos professores na elaboração e na implementação de propostas curriculares; bem como reafirma o professor como principal a(u)tor do ato didático, com poder de criar e recriar didaticamente, de modo multidimensional, conteúdos e formas de ensinar. Desta forma, justifica o ato didático como currículo em ação. O texto dialoga com importantes pensadores da educação brasileira, como Pimenta, Franco, Libâneo, Freitas e com autores que trazem uma visão do exterior como Hossaye, Nóvoa, Charlot. O pensamento de Freire permeia todo o diálogo, indicando o caminho da práxis pedagógica, a fim de promover a aproximação entre Currículo e Didática, integrando teoriaeprática, ensinoeaprendizagem, políticaeprática, açãoreflexãoação, em prol de uma educação humanizada e da justiça social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandra Faria Fernandes, UniSantos

Doutora em Educação: Currículo, pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCSP), pesquisadora dos grupos de pesquisa Currículo questões atuais (PUCSP) e Prática pedagógica: pesquisa e formação (UniSantos)

Rosana Aparecida Ferreira Pontes, UniSantos

Doutoranda e Mestre em Educação pela Universidade Católica de Santos, professora do curso de Pedagogia e de cursos de Licenciatura (UniSantos)

Referências

ABRAMOWICZ. M. Perspectiva de abordagem do currículo no novo milênio. In: ABRAMOWICZ. M.; ALBUQUERQUE, T. S.; CARVALHO, M. H. C. Currículo e avaliação: uma articulação necessária. Recife: Edições Bagaço, 2006. (Coleção Caminhos e Utopia, 2)

APPLE, M. W. Ideologia e currículo. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2008.

APPLE, M. W.; BEANE, J. (Orgs.). Escolas democráticas. São Paulo: Cortez, 2001.

CERTEAU, M. de. A invenção do cotidiano: as artes de fazer. Petrópolis: Vozes, 1994.

CHARLOT, B. O professor na sociedade contemporânea: um trabalhador da contradição. Revista da FAEEBA: Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 30, n. 17, p. 17-31, jul./dez. 2008.

CONTRERAS, J. Enseñanza, Currículum y Profesorado. Madrid: Akal, 1990.

FERNANDES, S. F. Reforma curricular na escola: análise do processo de implantação da Proposta Curricular no estado de São Paulo – Um novo olhar. 2014. (Tese de Doutorado)-Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2014.

FERNANDES, S. F.; ABRAMOVICZ, M. Mudança curricular na escola: o processo de implantação no olhar dos professores. In: REUNIÃO NACIONAL DA ANPED – ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM EDUCAÇÃO, 37., 2015. Anais... Florianópolis: UFSC, 2015.

FRANCO, M. A. S. Pedagogia e prática docente. São Paulo: Cortez, 2012.

FREIRE, P. Papel da educação na humanização. Revista da FAEEBA, Salvador, n. 7, p. 9-17, jan/jun, 1997.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2010. (Coleção Leitura).

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 17. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2003.

FREIRE, P.; SHOR, I. Medo e ousadia. O cotidiano do professor. 12. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2008.

FREITAS, L. C. Os reformadores empresariais da educação: da desmoralização do magistério à destruição do sistema público de educação. Educação e Sociedade, Campinas, v. 33, n. 119, p. 379-404, abr/jun, 2012. Disponível em: < http://www.cedes.unicamp.br >. Acesso em: 02 mar, 2016.

HAMILTON, D. Towards a theory of schooling. Londres: The Palmer Press, 1989.

HOUSSAYE, J. Le triangle pédagogique. Berne: Peter Lang, 1987.

LIBÂNEO, J. C. A pedagogia em questão: entrevista com José Carlos Libâneo. Olhar de Professor, v. 10, n. 1, p. 11-33, 2007.

LIBÂNEO, J. C. Ensinar e aprender, aprender e ensinar: o lugar da teoria e da prática em didática. In: LIBÂNEO, J. C.; ALVES, N. (Orgs.). Temas de Pedagogia: diálogos entre didática e currículo. São Paulo: Editora Cortez, 2013a.

LIBÂNEO, J. C. Internacionalização das políticas educacionais e repercussões no funcionamento curricular e pedagógico das escolas. In:

LIBÂNEO, J. C.; SUANNO. M. V. R.; LIMONTA, S. V. (Orgs.). Qualidade da Escola Pública: políticas educacionais, didática e formação de professores. Goiânia: CEPED Publ., 2013b. p. 47-72.

LOPES, A. C.; MACEDO, E. Teoria do currículo. São Paulo: Cortez, 2011.

MASETTO, M. T. Competência pedagógica do professor universitário. São Paulo: Summus Editorial, 2003.

NÓVOA, A. Apresentação da obra. In: NÓVOA, A. (Org.). Profissão professor. 2. ed. Portugal: Porto Editora, 1999. v. 3.

OLIVEIRA, I. B de. Processos didáticos cotidianos e modelos político-ideológicos de base: uma discussão. In: FRANCO, M. A. S.; PIMENTA, S. G. (Orgs.). Didática: embates contemporâneos. São Paulo: Edições Loyola, 2010.

PEINADO, M. R. S. de S. O ensino do trivium e do quadrivium, a linguagem e a história na proposta de educação agostiniana. Imagens da Educação, v. 2, n. 1, p. 1-10, 2012.

PIMENTA, S. G.; ANASTASIOU, L. das G. C. Docência no ensino superior. 4. ed. São Paulo: Editora Cortez, 2010.

PIMENTA, S. G.; ANASTASIOU, L. das G. C. Formação de professores: identidade e saberes da docência. In: PIMENTA, S. G. (Org.). Saberes pedagógicos e atividade docente. 8. ed. São Paulo: Cortez, 2012. p. 15-38.

PIMENTA, S. G.; FRANCO, M. A. S; FUSARI, J. C. Por uma Didática Multidimensional em diálogo com as Didáticas das Disciplinas: tensões e possibilidades. In: ENDIPE - ENCONTRO NACIONAL DE DIDÁTICA E PRÁTICA DE ENSINO, 17. 2014. Anais... Fortaleza: UECE, 2014.

PONTES, R. A. F. A construção da autoria pedagógica: um processo de pesquisa-ação na formação de professores. Verlag: Novas Edições Acadêmicas, 2016.

PONTES, R. A. F. Princípios da pedagogia freireana na didática do ensino de língua portuguesa. In: REUNIÃO NACIONAL DA ANPED – ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM EDUCAÇÃO, 37. 2015. Anais... Florianópolis: UFSC, 2015.

SÃO PAULO (Estado). Governo do Estado de São Paulo. Secretaria da Educação do Estado de São Paulo Proposta Curricular do Estado de São Paulo. São Paulo: Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, 2008.

STRECK, D. R.; REDIN, E.; ZITKOSKI, J. J. (Org.). Dicionário Paulo Freire. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

ZEICHNER, K. Políticas de formação de professores nos Estados Unidos – Como e por que elas afetam vários países no mundo. Belo Horizonte: Ed. Autêntica, 2013. p. 51-98.

Downloads

Publicado

2016-12-10

Como Citar

FERNANDES, S. F.; PONTES, R. A. F. O ato didático e o currículo em ação: aproximações necessárias na formação de professores. Revista Internacional de Formação de Professores, Itapetininga, v. 2, n. 1, p. 110–130, 2016. Disponível em: https://periodicoscientificos.itp.ifsp.edu.br/index.php/rifp/article/view/1302. Acesso em: 19 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.