Formando professores reflexivos através da investigação no estágio

Autores

  • Flávia Vieira Universidade do Minho

Palavras-chave:

Formação reflexiva de professores. Estágio. Articulação investigação-ensino.

Resumo

No presente capítulo, apresenta-se um estudo incidente num modelo de estágio que prevê a formação reflexiva de professores a partir da articulação entre investigação e ensino. Tomou-se como objeto de análise um conjunto de relatórios de estagiários de línguas, procurando-se compreender em que medida ilustram um desenvolvimento profissional reflexivo orientado para práticas educativas mais democráticas. Os resultados indicam que a articulação investigação-ensino no estágio promove práticas reflexivas centradas nos alunos e conduz os estagiários a compreender e desafiar culturas de ensino de línguas dominantes. Constatam-se algumas limitações relativas ao conhecimento explícito sobre investigação pedagógica, à triangulação da informação na análise das práticas, e à reflexão sobre estratégias de formação/ supervisão e processos de investigação pedagógica. Argumenta-se que o desenvolvimento de uma epistemologia praxiológica na formação inicial de professores pode combater uma tradição positivista baseada numa racionalidade técnica, exigindo mudanças profundas nas culturas de formação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Flávia Vieira, Universidade do Minho

Professora catedrática do Instituto de Educação da Universidade do Minho (Portugal). Doutorada em Educação pela Universidade do Minho. Membro do Centro de Investigação em Educação (IE/UM). 

ORCID: https://orcid.org/0000-0002-6932-4009

Referências

BORGES, O.; AQUINO, F. (Orgs.). A Formação Inicial de Professores. Olhares e perspectivas nacionais e internacionais. Uberlândia: EDUFU, 2014.

CANÁRIO, R. A. Prática Profissional na Formação de Professores. In: CAMPOS, B. P. (Org.). Formação Profissional de Professores no Ensino Superior. Porto: Porto Editora, 2002. p. 31-45.

CARR, W. Educational Research as Practical Science. International Journal of Research & Method in Education, v. 30, n. 3, p. 271-286, 2007.

COCHRAN-SMITH, S.; FEIMAN-NEMSER, D.; MCINTYRE, J.; DEMERS, K. E. (Orgs.). Handbook of Research on Teacher Education. 3ª ed. New York: Routledge, 2008.

CONSELHO DA EUROPA. Common European Framework of Reference for Languages. Learning, teaching, assessment. Cambridge: Cambridge University Press, 2001.

ESTRELA, M. A.; ESTEVES, M.; RODRIGUES, Â. Síntese da Investigação sobre Formação Inicial de Professores em Portugal (1990-2000). Porto: Porto Editora, 2002.

FLORES, M. A.; AL-BARWANI. T. (Orgs.). Redefining Teacher Education for the Post-2015 Era. Global challenges and best practice. New York: Nova Publisher, 2016.

FLORES, M. A.; VEIGA SIMÃO, A. M. (Orgs.). Aprendizagem e Desenvolvimento Profissional de Professores. Contextos e perspectivas. Mangualde: Pedago, 2009. p. 17-37.

FLORES, M. A.; VIEIRA, F.; SILVA, J. L.; ALMEIDA, J. Integrating Research into the Practicum: inquiring into inquiry-based professional development in post-Bologna initial teacher education in Portugal. In: FLORES, M. A.; AL-BARWANI, T. (Orgs.). Redefining Teacher Education for the Post-2015 Era. Global challenges and best practice. New York: Nova Publisher, 2016. p.109-124.

FORMOSINHO, J. A. Academização da formação de professores. In: FORMOSINHO, J. (Org.). Formação de Professores. Aprendizagem profissional e ação docente. Porto: Porto Editora, 2009. p. 73-92.

JIMÉNEZ RAYA, M.; LAMB. T. (Orgs.). Pedagogy for Autonomy in Language Education. Theory, practice and teacher education. Dublin: Authentik, 2008.

JIMÉNEZ RAYA, M.; LAMB. T.; VIEIRA, F. Pedagogy for Autonomy in Language Education in Europe. Towards a framework for learner and teacher development. Dublin: Authentic, 2007.

KINCHELOE, J. Teachers as Researchers. Qualitative inquiry as a path to empowerment. London & New York: Routledge Falmer, 2003.

LAWSON, T.; CAKMAK, M.; GUNDUZ, M.; BUSHER, H. Research on Teaching Practicum – a systematic review. European Journal of Teacher Education, v. 38, n. 3, p. 392-407, 2015.

LEICHT, R.; DAY, C. Action Research and Reflective practice. Towards a holistic view. Educational Action Research, v. 8, n. 1, p. 179-193, 2006.

LOUGHRAN, J. Professionally Developing as a Teacher Educator. Journal of Teacher Education. Publicado online em abril de 2014. DOI: 10.1177/0022487114533386.

SCHÖN, D. Educating the Reflective Practitioner. San Francisco: Jossey-Bass Publishers, 1987.

SHULMAN, L. Renewing the Pedagogy of Teacher Education. The impact of subject-specific conceptions of teaching. In: MESA, L. M.;

JEREMIAS V. (Orgs.). Las Didácticas Específicas en la Formación del Profesorado. Santiago de Compostela: Tórculo Artes Gráficas, 1993. p. 53-69.

SMYTH, J. A Rationale for Teachers’ Critical Pedagogy. A handbook. Victoria: Deakin University, 1987.

UNIVERSIDADE DO MINHO. Regulamento de Estágio dos Mestrados em Ensino. Braga: Instituto de Educação da Universidade do Minho, 2011.

VAUGHAN, M.; BURNAFORD, G. Action Research in Graduate Teacher Education. A review of the literature 2000–2015. Educational Action Research. v. 24, n. 2, p. 280-299, 2016.

VIEIRA, F. A Experiência Educativa na Formação Inicial de Professores. Atos de Pesquisa em Educação, v. 8, n. 2, p. 768-795, 2013.

VIEIRA, F. Investigação Pedagógica na Formação Inicial de Professores. Uma estratégia necessária e controversa. Revista Estreia Diálogos, n.1, p. 21-29, 2016. Disponível em: <http://www.estreiadialogos.com/revista>. Acesso em: 10 ago. 2017.

VIEIRA, F.; MOREIRA, M. A. & PERALTA, H. Research in Foreign Language Education in Portugal (2006–2011). Its transformative potential. Language Teaching, v. 47, p. 191-227, 2014.

VIEIRA, F.; SILVA, J. L.; ALMEIDA, M. J. A Investigação ao Serviço da Formação e do Desenvolvimento Profissional dos Formadores. Um estudo sobre o estágio nos Mestrados em Ensino. In: VIEIRA. F.; SILVA, J. L.; FLORES, M. A.; OLIVEIRA, C.; FERREIRA, F. I.; CAIRES, S.;

SARMENTO, T. (Orgs.). Inovação pedagógica no ensino superior. Ideias (e) práticas, vol. 2. Santo Tirso: De Facto Editores, 2016. p. 265-279.

VIEIRA, F.; SILVA, J. L.; VILAÇA, T.; PARENTE, C.; VIEIRA, F.; ALMEIDA, M. J.; PEREIRA, I.; SOLÉ, G.; VARELA, P.; GOMES, A.; SILVA, A. O Papel da Investigação na Prática Pedagógica dos Mestrados em Ensino. In: SILVA, B.; ALMEIDA, L.; BARCA, A.; PERALBO, M.; FRANCO, A.; MONGUINHO, R. (Orgs.). Atas do XII Congresso Internacional Galego-Português de Psicopedagogia. Braga: Universidade do Minho, 2013. p. 2641-2655.

WILSON, S. M.; FLODEN, R. E.; FERRINI-MUNDY, J. Teacher Preparation Research. Current knowledge, gaps, and recommendations. Washington: University of Washington, 2001. Disponível em: <http://depts.washington.edu/ctpmail/about/study/14.shtml>. Acesso em: 10 set. 2017.

ZEICHNER, K.; CONKLIN, H. G. Teacher Education Programs as Sites for Teacher Preparation. In: COCHRAN-SMITH, S.; FEIMAN-NEMSER, D.; MCINTYRE, J.; DEMERS, K. E. (Orgs.). Handbook of Research on Teacher Education. 3ª ed. New York: Routledge, 2008. p. 269–289.

Downloads

Publicado

2018-01-05

Como Citar

VIEIRA, F. Formando professores reflexivos através da investigação no estágio. Revista Internacional de Formação de Professores, Itapetininga, v. 4, n. 1, p. 47–67, 2018. Disponível em: https://periodicoscientificos.itp.ifsp.edu.br/index.php/rifp/article/view/192. Acesso em: 23 jun. 2024.