Da Pedagogia como ciência à Pedagogia como docência

concepções em disputa no cenário brasileiro

Autores

  • Jefferson da Silva Moreira Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
  • Maria Amélia do Santoro Franco Universidade Católica de Santos

Palavras-chave:

Pedagogia. Epistemologia da Pedagogia. Diretrizes Curriculares Nacionais. Cursos de Pedagogia.

Resumo

O artigo apresenta, a partir de estudo bibliográfico e documental, percursos, ações e defesas de movimentos e entidades que se contrapõem ao princípio da docência como base da identidade profissional do pedagogo no Brasil. São colocadas em destaque movimentações no campo, no período que antecedeu as Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNP/2006), empreendidas por movimentos de resistência à tese hegemônica, quer de pesquisadores acadêmicos, quer de estudantes. Conclui-se que a Resolução CNE nº 01/2006 acarretou, paradoxalmente, problemas crônicos na formação profissional de pedagogos e professores, abrindo brechas para expansão desenfreada de cursos de Pedagogia na modalidade de Educação a Distância (Ead).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jefferson da Silva Moreira, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)

Doutor em Educação pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). ORCID: https://orcid.org/0000-0002-5918-7928

Maria Amélia do Santoro Franco, Universidade Católica de Santos

Pedagoga. Mestre em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo (USP) e Pós-Doutora em Pedagogia e Prática Docente pela Universidade de Paris VIII (UP-VIII) e Universidade Federal de Sergipe (UFS). É pesquisadora do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); professora titular e pesquisadora da Universidade Católica de Santos (Unisantos). ORCID: http://orcid.org/0000-0003-3867-5452 

Referências

BORDAS, M.; SCHEIBE, L. Pedagogo – perspectivas e desafios frente às novas diretrizes curriculares – formação. In: FÓRUM DE EDUCAÇÃO – PEDAGOGO: QUE PROFISSIONAL É ESSE? 2022, Belo Horizonte. Anais [...] Coordenação de Dolores Maria Borges de Amorim. Belo Horizonte: FAE/CBH/UEMG, set/2002.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Federal de Educação. Parecer n.252/69. Estudos pedagógicos superiores. Mínimos de conteúdo e duração para o curso de graduação em pedagogia. Relator: Valnir Chagas. Documenta, Brasília. (1-100), p.101-117.

BRASIL. Resolução n. 1, de 15 de maio de 2006. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Pedagogia, licenciatura. Diário Oficial da União, Brasília, 15 de maio de 2006. Disponível em: https://normativasconselhos.mec.gov.br/normativa/view/CNE_rcp0106.pdf?query=LICENCIATURA. Acesso em: 12 jun. 2023.

BRASIL. Ministério de Educação e Cultura. LDB - Lei nº 9.394/96, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da Educação Nacional. Diário Oficial da União, Brasília, 23 dez. 1996. Brasília: MEC, 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 3 jan. 2023.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CP n. 2, de 20 de dezembro de 2019. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação Inicial de Professores para a Educação Básica e institui a Base Nacional Comum para a Formação Inicial de Professores da Educação Básica (BNC-Formação). Diário Oficial da União, Brasília, 15 abr. 2020, Seção 1, p.46-49. 2019. Disponível em: https://normativasconselhos.mec.gov.br/ normativa/view/CNE_RES_CNECPN22019.pdf. Acesso em: 5 jul. 2023

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CP nº 02/2015, de 1º de julho de 2015. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Diário Oficial da União, Brasília, 2 de julho de 2015, Seção 1, p. 8-12. Disponível em: https://normativasconselhos.mec.gov.br/normativa/view/CNE_RES_CNECPN22015.pdf?query=LICENCIATURA. Acesso em: 2 jul. 2023

CRUZ, Giseli Barreto da. Curso de pedagogia no Brasil: história e formação com pedagogos primordiais. Rio de Janeiro: Wak Editora, 2011.

DURLI, Zenilde. O movimento nacional pela reformulação dos cursos de formação do educador: embates na construção de um projeto coletivo de formação. In: NASCIMENTO, A. D; HETKOWSKI, T.M., (orgs). Memória e formação de professores [online]. Salvador: EDUFBA, 2007. 310 p. ISBN 978-85-232-0918-6. Disponível em: https://static.scielo.org/scielobooks/f5jk5/pdf/nascimento-9788523209186.pdf. Acesso em julho de 23.

EVANGELISTA, O.; TRICHES, J. Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de Pedagogia: docência, gestão e pesquisa. In: REUNIÃO REGIONAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO (ANPEd – Sul), 7., 2008, Itajaí, SC. Anais [...]. Itajaí, SC: UNIVALI, 2008. Disponível em: https://gepeto.ced.ufsc.br/files/2015/03/artigo_olindaejocemara_docencia_gest%C3%A3o_e_pesquisa.pdf. Acesso em: 10 jun. 2023

EXNEPE. Executiva Nacional de Estudantes de Pedagogia. Encontros e Fóruns Nacionais anteriores. 2023. Disponível em: https://exnepeblog.wordpress.com/encontros-e-foruns-anteriores/. Acesso em: 1o jul. 2023.

FRANCO, M.A.S. A pedagogia para além dos confrontos. In: FÓRUM DE EDUCAÇÃO – PEDAGOGO: QUE PROFISSIONAL É ESSE? Coordenação de Dolores Maria Borges de Amorim. Anais [...]. Belo Horizonte: FAE/CBH/UEMG, set./2002.

FRANCO, M.A.S. Pedagogia como ciência da educação. 2. ed. rev.ampl. São Paulo: Cortez, 2008.

FRANCO, M.A.S.; LIBÂNEO, J.C.; PIMENTA, S.G. As dimensões constitutivas da Pedagogia como campo de conhecimento. Educação em Foco, [S. l.], v. 14, n. 17, p. 55–78, 2011. DOI: 10.24934/eef.v14i17.103. Disponível em: https://revista.uemg.br/index.php/educacaoemfoco/article/view/103. Acesso em: 1o jul. 2023.

FRANCO, M.A.R.S.; MOTA, G.C. Do Humanismo Crítico ao Neoliberalismo Pedagógico: caminhos de resistência. Revista Eletrônica Pesquiseduca, [S. l.], v. 14, n. 36, p. 1029-1043, 2023. DOI: 10.58422/repesq.2022.e1394. Disponível em: https://periodicos.unisantos.br/pesquiseduca/article/view/1394. Acesso em: 1o jul. 2023.

FRANCO, M.A.R.S. Práticas pedagógicas de ensinar-aprender: por entre resistências e resignações. Revista Educ. Pesqui., São Paulo, v. 41, n. 3, p. 601-614, jul./set. 2015. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ep/a/gd7J5ZhhMMcbJf9FtKDyCTB/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 1 jul. 2023.

FREIRE, P. Educação e Mudança. 11. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.

GARCIA, R.L. Pedagogo: que profissional é esse? In: FÓRUM DE EDUCAÇÃO – PEDAGOGO: QUE PROFISSIONAL É ESSE? Coordenação de Dolores Maria Borges de Amorim. Anais [...] Belo Horizonte: FAE/CBH/UEMG, set. 2002

LIBÂNEO, J.C. Políticas educacionais no Brasil: desfiguramento da escola e do conhecimento escolar. Cadernos de Pesquisa. v.46 n.159 p.38-62 jan./mar. 2016. Disponível em: https://www.scielo.br/j/cp/a/ZDtgY4GVPJ5rNYZQfWyBPPb/?lang=pt. Acesso em: 12 jun. 2023.

LIBÂNEO, J.C. Finalidades educativas escolares em disputa: currículo e didática. In: LIBÂNEO, J.C; FREITAS, R. A. M. (org.). Políticas educacionais neoliberais e escola pública: uma qualidade restrita de educação escolar. Goiânia: Espaço Acadêmico, 2018, p. 45-88.

LIBÂNEO, J.C. Pedagogia e pedagogos, para quê? São Paulo: Cortez, 2010.

LIBÂNEO, J. C. Que destino os educadores darão à pedagogia? In: PIMENTA, S. G. (Coord.). Pedagogia, ciência da educação? São Paulo: Cortez, 1996

LIBÂNEO, J. C. Ainda as perguntas: o que é pedagogia, quem é o pedagogo, o que deve ser o curso de Pedagogia. In: PIMENTA, S. G. (Org.). Pedagogia e Pedagogos: caminhos e perspectivas. São Paulo: Cortez, 2011. p. 63-100.

LIBÂNEO, J. C. Finalidades educativas escolares em disputa, currículo e didática. In: LIBÂNEO, J. C.; ROSA, S. V.; SUANNO, M. V. R.; ECHALAR, A. D. L. (Orgs.). Em defesa do direito à educação escolar: didática, currículo e políticas educacionais em debate. Goiânia: CEPED/Espaço Acadêmico, 2019.

MANIFESTO DE EDUCADORES BRASILEIROS. Sobre as Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Pedagogia. Encaminhado ao CNE em 20 de setembro de 2005. (Mimeo).

MOREIRA, J. da S. Carta de apresentação da Rede Nacional de Pesquisadores em Pedagogia (RePPed). Revista Eletrônica Pesquiseduca, [S. l.], v. 13, n. 31, 2021. Disponível em: https://periodicos.unisantos.br/pesquiseduca/article/view/1215. Acesso em: 1 jul. 2023.

SANTOS, M.R. Diretrizes Curriculares Nacionais de Pedagogia: disputas e “consensos” no Conselho Nacional de Educação. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, Rio de Janeiro, 2011. Disponível em: https://ppge.educacao.ufrj.br/dissertacoes/Dissertacao_Mariana_dos_Reis_Santos.pdf. Acesso em: 10 jun. 2023.

SAVIANI, D. A Pedagogia no Brasil: história e teoria. 2. ed. Campinas, São Paulo: Autores Associados, 2012.

SCHEIBE, L. Diretrizes curriculares para o curso de Pedagogia: uma solução negociada. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, [S. l.], v. 23, n. 2, 2011. DOI: 10.21573/vol23n22007.19129. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/rbpae/article/view/19129. Acesso em: 25 jun. 2023.

SUCHODOLSKI, B. A pedagogia e as grandes Correntes Filosóficas. 5.ed. Lisboa: Rolo e Filhos, 2000.

PIMENTA, S.G.; FRANCO, M.A.; LIBÂNEO, J.C. Pedagogia, formação de professores – e agora? Problemas decorrentes das Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de pedagogia. In: DALBEN, A.I.L.F. et al. (org.). Convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente. Belo Horizonte: Autêntica, 2010. 870p.

PIMENTA, S.G. (org.). Pedagogia e pedagogos: caminhos e perspectivas. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

PIMENTA, S.G. Pedagogia e pedagogos entre insistências e resistências: entrevista realizada com a Prof.ª Dr.ª Selma Garrido Pimenta. Revista Eletrônica Pesquiseduca, [S. l.], v. 13, n. 31, p. 925–948, 2021. DOI: 10.58422/repesq.2021.e1180. Disponível em: https://periodicos.unisantos.br/pesquiseduca/article/view/1180. Acesso em: 1 jul. 2023.

Downloads

Publicado

2024-01-03

Como Citar

DA SILVA MOREIRA, J.; FRANCO, M. A. do S. Da Pedagogia como ciência à Pedagogia como docência: concepções em disputa no cenário brasileiro. Revista Internacional de Formação de Professores, Itapetininga, p. e024002, 2024. Disponível em: https://periodicoscientificos.itp.ifsp.edu.br/index.php/rifp/article/view/1459. Acesso em: 18 jun. 2024.

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.